Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Namorada de filho de desembargadora que foi solto no MS é presa em casa

0

Ela também estava com o namorado no momento do flagrante de tráfico e planejava resgate de preso, diz PF

A Polícia Federal (PF) prendeu na tarde de quinta-feira (31), em Campo Grande, a namorada de Breno Fernando Solon Borges, de 37 anos, filho da desembargadora presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso do Sul, Tânia Garcia Lopes.

Conforme a PF, a jovem de 19 anos estava foragida e foi presa no momento que saía da casa onde morava com a mãe, no bairro Santo Amaro.

Esta é a segunda vez que a jovem é presa neste ano. A primeira foi junto com Breno, em abril, em Água Clara. Os dois transportavam em um carro 129,9 quilos de maconha e 200 munições de fuzil.

Segundo a Polícia Federal, a jovem também estaria envolvida, junto de Breno e outras pessoas, de tentativa de resgate de um preso em Campo Grande. O grupo foi investigado na operação Cerberus.

A namorada de Breno foi solta por habeas corpus, mas, não deu mais satisfação à Justiça sobre seu paredeiro, sendo, em junho, expedido mandado de prisão preventiva pela Vara Única da Comarca de Água Clara.

Processo

Breno cumpre prisão em uma clínica médica no interior de São Paulo desde o dia 21 de julho, quando o desembargador José Ale Ahmad Netto concedeu liminar para ele deixar o presídio de Três Lagoas. A mãe dele o buscou pessoalmente.

O juiz Idail de Toni Filho, da comarca de Água Clara, determinou a suspensão do processo de Breno até a conclusão do laudo de insanidade mental.

Para a realização da perícia no acusado, o juiz escolheu dois médicos de São Paulo, uma vez que o Instituto Médico e Odontológico Legal (Imol) não tem profissionais da área da psiquiatria forense.

Comentários
Carregando