fbpx
“Nasça branca da próxima vez”, diz mulher em praia para banhista; assista

Mulher sofre racismo na praia e filma parte da agressão

Era para ser um domingo de sol e diversão na Praia da Reserva, mas o passeio de Sulamita Mermier, de 31 anos, se transformou num verdadeiro transtorno quando frases como “Nasça branca da próxima vez” e “Você é uma complexada por ter cabelo duro” entraram em cena.

As “pérolas” foram ditas por uma mulher que se revoltou quando percebeu que a agente de viagens gravava alguns de seus impropérios racistas, tornando-se alvo da fúria da banhista. Por fim, policiais da 16 ª Delegacia de Polícia levaram a mulher para prestar esclarecimentos, e ela foi presa em flagrante por injúria e injúria por preconceito, mas liberada provisoriamente após pagar fiança de R$ 500.

Segundo Sulamita, a mulher conversava com o marido e duas jovens num volume alto o suficiente para ser escutado com clareza. E, enquanto relatava orgulho de ser descendente de alemães, chegou a chegou a repetir a famosa saudação nazista “Heil, Hitler”. Foi quando decidiu registrar o que presenciava.

— Ela não parava de falar os maiores absurdos racistas e comecei a ficar incomodada. Até o marido dela chegou a alertá-la que acabaria presa, mas ela não parou. Não falei nada com ela, mas decidi gravar um áudio. Quando o marido dela percebeu, ela ficou exaltada e decidiu voltar os insultos para mim. — explicou Sulamita.

A agente de viagens conta que decidiu fazer o vídeo quando a polícia já estava a caminho, e acabou gravando cerca de um minuto da confusão que, segundo ela, já contabilizava mais de duas horas. A mulher parte em direção à câmera de maneira desafiadora e joga um beijo antes de começar a falar: “Eu não tenho culpa de você se sentir agredida por ser mulata, amor. Você é uma complexada. Nasça branca. Entendeu? Você nasceu mulata, fazer o quê?”, diz.

Os últimos momentos do vídeo são marcantes. “Nasça branca da próxima vez. Você é uma complexada, entendeu? Por ter cabelo duro”, disparou a mulher. Postado no Facebook por um amigo de Sulamita, o registro já tem mais de trinta mil compartilhamentos e foi visto mais de duas milhões de vezes.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça, a suspeita não poderá deixar a cidade do Rio de Janeiro sem autorização judicial durante o processo e terá que se apresentar ao juiz todo mês.

As informações são do Extra

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta