fbpx
Nota do PSDB sobre Aécio causa revolta na web

O PSDB, ao que tudo indica, segue no mesmo caminho do PT quando o assunto é impopularidade. Uma nota de 7 linhas emitida no início da noite da última quinta-feira foi recebida com desprezo por apoiadores da legenda e muitos afirmaram que “não votam mais em tucanos”.

O principal motivo foi a permanência do senador mineiro Aécio Neves no mandato e por enquanto, ainda no comando do partido. Afastado pelo Supremo Tribunal Federal e mantido no cargo por 44 votos no Senado, Aécio é acusado pela Procuradoria Geral da República por recebimento de propina do grupo JBS.

A nota assinada pela executiva nacional do PSDB declara que “defende a ampla investigação de toda e qualquer denúncia devidamente fundamentada contra quem quer que seja, inclusive membros do partido”.

Gilmar Mendes

Na quinta-feira, 19, a Polícia Federal revelou que o tucano ligou para o ministro do STF Gilmar Mendes no dia em que Mendes tomou decisão favorável a Aécio. O relatório da Polícia Federal apontou que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes trocaram ao menos 46 ligações por meio do aplicativo WhatsApp entre 16 de março e 13 de maio deste ano.

Gilmar é o relator de quatro inquéritos que investigam Aécio Neves e que tramitam no Supremo. No período em que foram feitas as ligações, as investigações já estavam sob a responsabilidade do ministro. Duas delas foram abertas em maio do ano passado. As outras duas foram autorizadas em março deste ano.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta