fbpx

Um menor de 15 anos, foi estrangulado por vários internos da Unidade de Internação Masculina provisória, localizada na Avenida Jaci-Paraná, próximo a Avenida Jorge Teixeira, no bairro Nossa Senhora das Graças, na capital. De acordo com informações de sócios educadores, o menor foi transferido do município de Guajará-Mirim. Ninguém soube, no entanto, explicar a motivação do crime. O jovem foi atacado na sala de triagem do local. Pelo menos seis menores são suspeitos da barbárie. A Polícia Militar foi acionada pois houve um princípio de motim. Assim que a força tática do 1° BPM chegou no local, os suspeitos foram retirados do meio dos demais internos e foram levados para a delegacia. Uma equipe do SAMU ainda esteve no local, apenas para constatar a morte da vítima. E a responsabilidade do Estado sobre essa situação, como fica? E os pais desse menor, que perderam seu filho que deveria ser “ressocializado” e foi assassinado?

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta