Nova medicação para combater enxaqueca chega ao Brasil

Dois experimentos que podem ajudar no combate à enxaqueca crônica foram publicados no renomado “The New England Journal of Medicine” na última quinta-feira (30), segundo informações do UOL.

De acordo com o site, a primeira pesquisa colocou 955 pacientes divididos em três grupos: um tratado com 70 mg do anticorpo “erenumabe”, outro com 140 mg e outro com placebo durante seis meses. O primeiro grupo viu o número de enxaqueca reduzir, em média, 3,2 dias; o segundo, em 3,7 dias; enquanto o terceiro, apenas 1,8 dia.

Na segunda, o anticorpo usado chama-se “fremanezumabe”. Nesta, 1130 pacientes também foram divididos em três grupos no mesmo período: um recebia a droga trimestralmente; outro, mensalmente; e outro, placebo. O primeiro grupo experimentou uma diminuição mensal de 50%; o segundo, de 40%; enquanto o terceiro de 18%.

A medicação deverá ser aprovada pelo órgão regulador de medicamentos nos Estados Unidos no primeiro semestre de 2018. No Brasil, estima-se que será liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no segundo semestre de 2018 ou no começo de 2019.

Fonte: 24horasnews

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário