Novo terremoto atinge ilha de Lombok, na Indonésia; número de mortos sobe

Tremor de 5,9 de magnitude atingiu a mesma região do sismo de domingo (5). Ministro indonésio da Segurança afirmou que número de mortos já chegou a 319.

Um terremoto de 5,9 de magnitude atingiu a ilha turística de Lombok, na Indonésia, nesta quinta-feira (9), quatro dias depois de um primeiro forte tremor deixar pelo menos 319 mortos.

Ainda não há informações sobre vítimas, danos ou alertas para tsunamis na região por causa do tremor desta quinta.

O Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que registra a atividade sísmica pelo mundo, indicou que o tremor teve um epicentro registrado a 10 km de profundidade e a 23 km de Mataram, capital provincial – isto é, na mesma zona do terremoto de domingo (5).

O tremor afetou edifícios que já estavam danificados, enquanto as pessoas saíam apavoradas pelas ruas, escreveu em mensagem do Twitter, o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho.

As equipes de resgate ainda trabalham em busca de sobreviventes do terremoto de domingo e na recuperação dos corpos. O ministro indonésio da Segurança, Wiranto, declarou nesta quinta que o balanço de mortos subiu para 319.

Mais cedo, a Agência Nacional de Gestão de Desastres, que tinha atualizado o balanço para 168 os mortos, ressaltou que os dados oficiais avançam mais lentamente, mas são confiáveis devido ao processo de verificação com o qual trabalham.

Números informais apresentados por outras entidades já indicavam 381 mortos na quarta-feira. O representante da BNPB pediu “cautela para garantir que os dados estão corretos” e pede para a mídia utilizar os números da agência nacional.

Após o tremor de domingo, 1.467 precisaram ser hospitalizadas – mais de 200 em estado grave. Cerca 156 mil precisaram deixar suas casas. Desses, cerca de 70 mil estavam em abrigos, que enfrentam a falta de água e suprimentos básicos.

Fonte: g1

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta