O cliente do advogado criminal – Oscar Luchesi

Diante de nós passam homens e acontecimentos. Vêm. Desnudam sua alma diante de nós, confiam-nos seus impulsos secretos, confessam-nos suas culpas ou se acastelam, mesmo a sós conosco, numa defesa tenaz, obstinada, através da qual temos que lutar para conhecermos o que nos é necessário saber deles. Por algum tempo, temos em nossas mãos seu futuro, sua vida; defendemos sua liberdade, seus bens e sua honra, ou simplesmente pedimos clemência para eles.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Depois vão. Vão altivos e felizes, com suas vitórias, ou curvos sob o peso de suas derrotas, e novamente se perdem no mundo. Ás vezes a ânsia da batalha, lado a lado, uniu-os a nós. E unidos continuam por uma fiel amizade, reconhecendo em nós, mesmo depois de anos e anos, o defensor, o amigo. Com mais frequência nos esquecem, porque a vida os retoma, e o episódio apagou-se da mente. Não raro querem esquecer, porque nosso nome ou nosso posto, lhes recorda um momento triste ou vergonhoso.

O rico empresário de Porto Velho, que na década de 80, fiz absolver de uma imputação grave de estelionato, o homem que me dizia: “Doutor, sou um homem acabado: Não me importa a condenação, evite-me, somente a cadeia”, passa hoje ao meu lado, fechado num automóvel luxuoso, e faz de conta que não me conhece. O camponês, do Projeto Sidiney Girão, que defendi no Tribunal do Júri, por um crime de sangue, traz-me, todo Natal, um presente que produz no seu pequeno sítio, e fica a falar-me com um olhar de gratidão muito superior a qualquer palavra, que, por ignorância, não sabe pronunciar.

Vêm e vão, mas em nós fica algo de sua passagem. O breve ou longo tempo, que nos aproximou da sua vida e permitiu ler, uma só palavra que seja, do seu livro secreto, trouxe-nos um fio a mais de conhecimento. O caso passional, por mais simples, por mais modesto que seja, nos pôs em contato com sua alma, e nos permitiu especular profundamente uma tragédia que perturba uma vida.

Por pouco que ressume, um fio acrescentou-se ao nosso conhecimento. É um fio branco, porque a experiência humana, este grande dom da natureza, pesa em nossos ombros.

OSCAR LUCHESI – É advogado criminal em Rondônia há trinta e três anos.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta