“O eleitor do Bolsonaro é meu”, diz Ciro Gomes

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) acredita que os simpatizantes do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) devem migrar para a sua pré-candidatura à Presidência da República. “O eleitor do Bolsonaro é meu. Eles não perceberam, mas eles estão procurando seriedade, autoridade. Eu sou isso, de verdade”, afirmou Ciro Gomes em uma entrevista para a TV Bandeirantes na noite de domingo (22/10).

O pré-candidato do PDT disse que, embora não concorde “com absolutamente nada do que o Bolsonaro fala, diz ou representa”, considera que o deputado federal é “mais íntegro do qualquer tucano nesse momento”. Desta forma, atacou nomes de peso do PSDB, como o senador Aécio Neves (MG) e o prefeito de São Paulo, João Doria.

Ciro Gomes avaliou que o nome tucano mais forte para a presidência é o de Geraldo Alckmin, governador de São Paulo. “Se o PSDB quiser ter alguma chance, nas declinantes chances pelo contínuo cometimento de erros, o homem mais viável é o Alckmin, que é governador de São Paulo, que tem experiência, tem vivência”. Segundo ele, foi Alckmin “quem inventou este farsante, prefeito de São Paulo. ‘Prefake’ de São Paulo. Prefeito falso. É farsante, pura e simplesmente”, falou em referência a Doria.

Gomes se defendeu da acusação de ter atacado uma possível candidatura de Marina Silva (Rede), na semana passada, ao dizer que o momento político “é de testosterona”. Segundo ele, a intenção foi criticar o cenário atual. “Tenho afeto e respeito pela Marina”, afirmou.

Fonte: metropoles

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta