Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

O estranho (e estratégico) sumiço de Marcela Temer

0

Primeira-dama sumiu do noticiário quando o governo começou a despencar

A primeira-dama Marcela Temer, que tanto chamou a atenção no início do governo do marido Michel Temer desapareceu. Era como se nem existisse. Sequer está comparecendo a eventos oficiais dos quais ela representa. Notas extra-oficiais informam que ela fez um “procedimento numa clínica estética” e estaria se recuperando, em São Paulo.

A primeira-dama começou a sumir quando vieram à tona as delações da JBS. As viagens feitas pelo casal em aviões do empresário Joesley Batista deixaram Temer e esposa em uma situação constrangedora.

Se antes disso ela começava até a cobrar “mais espaço” no governo do marido, segundo informou a coluna Radar, de Veja, que revelou a intenção dela em “se envolver mais com a área social do governo. Madrinha do programa Criança Feliz, voltado para a primeira infância, ela se prepara para frequentar um curso sobre o tema, promovido por Harvard no Brasil. Também já pediu a Temer que a envolva mais em projetos sobre crianças portadoras de cardiopatias congênitas”, depois ela foi sumindo aos poucos.

Marcela chegou a acompanhar o marido na visita oficial feita à Moscou, quando um deputado russo, ao invés de se preocupar com a agenda, foi flagrado procurando fotos da primeira-dama no Google.

A mídia, como um todo, simplesmente esqueceu da “bela, recatada e do lar”. Com a popularidade batendo em inacreditáveis 5% (pior até que Dilma em seu ‘auge’ de impopularidade”, Michel Temer vem tentando poupar a imagem da esposa e evitando que ela se exponha a situações ainda mais complicadas.

Um detalhe que não foi revelado, sabe-se lá porque, são alguns trechos da gravação de Joesley, que segundo ele seriam “conversas sobre mulheres”. Em tempos de vazamentos seletivos, é bem capaz da tal conversa se tornar pública bem rapidinho.

Resta saber se Marcela Temer vai conseguir aguentar o que ainda vem por ai. Eduardo Cunha é o próximo a abrir a caixa de Pandora, e certamente vai sobrar para o marido, que mesmo escapando da justiça através de acordos nada republicanos com parlamentares, não vai conseguir resgatar a confiança da população, tampouco dos mercados.

Melhor ficar por ai mesmo, Marcela.

Comentários
Carregando