Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

O que faz alguém ser atraente? A ciência responde

0

Não é um número de manequim, a cor dos olhos e muito menos os acessórios que você está usando. A ciência mostra que para garantir a atração inicial talvez o melhor truque seja cuidar da saúde

Como os animais, no primeiro momento nosso objetivo é buscar o melhor parceiro para procriar. Um bom reprodutor tem traços e padrões que garantem uma boa saúde. Assim, quanto mais saudável, mais atraente” – Mario Louzã, psiquiatra da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo

Um estudo publicado na revista Appetite mostrou que homens que comiam bastante alho pareciam mais atraentes. O teste foi feito com 14 mulheres avaliando 42 homens. Soa maluco, até porque pensamos no bafo que isso pode causar, mas a ciência explica que o alho aumenta os níveis de antioxidantes no corpo e mata bactérias prejudiciais, evidenciando que os comedores de alho prezam pela saúde.

A mesma coisa aconteceu em uma pesquisa feita pela Universidade de Sidney, na Austrália, onde 43 homens que tinham uma dieta rica em carotenoide (pigmento que existe na abóbora, cenoura, damasco, etc.) pareceram mais atraentes. O carotenoide estimula o sistema imunológico e é associado a baixos níveis de infecção. Vai ter um encontro? Comece já a comer abóbora com alho para ver se ajuda.

Sorrir também cai bem

Um estudo publicado na revista PLOS que os dentes podem deixar você mais atraente, se estiverem limpos. Fazendo testes com 150 voluntários, pesquisadores notaram que analisamos a condição dos dentes do pretendente para ter noções de higiene, envelhecimento e doenças. Além disso, a mesma região do cérebro que é ativada quando recebemos uma recompensa é usada quando vemos um rosto agradável e essa resposta é reforçada por uma expressão facial sorridente. Então, não esqueça o fio dental e dê umas risadas. “As emoções no rosto são uma forma de comunicação, sabemos reconhecer os estados emocionais na face do outro. Essa decodificação é essencial para o convívio, um sorriso mostra que a pessoa está mais aberta, mais disponível, causa uma resposta positiva”, diz Louzã.

Tem a tal da química

A atração pode acontecer devido ao antígeno leucocitário humano (HLA, em sigla em inglês), segundo um estudo publicado na Nature . É algo como “os opostos se atraem”: buscamos quem tenha HLA diferente do nosso. Os cientistas descobriram que quanto maior a diferença entre os antígenos de um casal, maior o desejo e a satisfação sexual. E mais uma vez, nosso corpo busca por sinais de saúde. Casais com HLA distintos aumentam a possibilidade de seus descendentes serem resistentes a um número maior de doenças. Uma curiosidade: detectamos um HLA diferente do nosso pelo olfato. O nariz é um guru do amor.

Vermelhou, a paixão

Nem só com a saúde paqueramos. O cérebro também acaba caindo em alguns truques durante a atração. Por exemplo, uma pesquisa publicada no Personality and Social Psychology , provou que usar vermelho aumenta as chances de sucesso em um encontro. Mostrando imagens da mesma mulher com diferentes cores de roupa, os homens afirmaram que ao usar vermelho ela parecia mais atraente e desejável. Além do fator cultural, que nos faz associar vermelho à paixão e ao fogo, cientistas afirmam que é em parte biológico, primatas (como babuínos e chimpanzés) também se atraem sexualmente pela cor.

A grama da vizinha sempre é mais verde

A coisa mais atraente em um homem pode ser uma mulher bonita.

Um estudo publicado na revista Evolutionary Psychology mostrou que mulheres acham que homens acompanhados por parceiras atraentes são mais desejáveis, inteligentes, confiáveis, bem-humorados, ricos e atenciosos, um pacote completo. Calma, isso não quer dizer que as mulheres querem roubar o namorado das colegas. Segundo os cientistas, o que acontece é que as mulheres deduzem que homens precisam ter todas essas qualidades para conseguir ficar com uma mulher atraente.

Nós confiamos mais naqueles com rostos parecido com os nossos, segundo pesquisa da Universidade de Stirling . É narcisismo?

 Os truques garantem um relacionamento?

As regras podem funcionar em um primeiro momento, por ser instintivo. A partir disso, você começará a fazer análises mais racionais e a pessoa precisará de mais conteúdo” – Marilena Bigoto, psicóloga especialista em desenvolvimento humano

Muitos outros fatores interferem na hora de criar um vínculo. Mesmo que você tenha sorte no “approach” inicial, seu tom de voz, sua personalidade e suas atitudes serão analisadas durante o encontro.

Além disso, pode acontecer de você não estar disposto no dia, estar de mau humor. “Não podemos esquecer que os seres humanos são diferentes. Até nossos instintos funcionam de forma diferente e se fosse fácil assim, bastava todo mundo ir ao dentista e usar vermelho. Vale a pena testar para aproximação inicial, mas não crie grandes expectativas”, diz Bigoto.

E homem com cachorro?

Até aquelas histórias que damos como certas são mitos: “homens que andam com cachorros são mais atraentes” ou “quem usa aliança fica mais cobiçado”. “Não existem estudos que expliquem estes comportamentos específicos. Analisamos a dinâmica psicológica das pessoas. Nos atraímos por quem se encaixa no tipo de relacionamento que buscamos”, explica Louzã.

Se você quer um parceiro companheiro, pode se encantar ao ver ele brinca com cães. Se busca um pai/mãe para família, vai se derreter com o pretendente pegando crianças no colo. Se busca um desafio, pode se antenar nos comprometidos.

Do UOL

Comentários
Carregando