Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

O sexo pode matar em “It follows”, filme de terror mais celebrado do ano

0
Exaltado como o melhor filme da semana da crítica no festival de Cannes em 2014 e celebrado como uma das melhores produções exibidas no festival de Sundance 2015, “It follows”, que no Brasil deve se chamar “Corrente do mal” é destacado pela crítica internacional como o melhor filme de terror em muitos anos. Não é um rótulo que se vê por aí todo dia.

O filme de David Robert Mitchell, que estreou na sexta-feira 13 nos Estados Unidos, trata de um fenômeno sobrenatural. Uma criatura maligna que persegue jovens hipersexualizados. Ok, você já viu esse filme antes? Não exatamente. “It follows” remexe nos clichês. A tal da criatura do mal, inominada, pode assumir qualquer forma. Seja a de um vampiro, um demônio ou da sua mãe, do seu chefe e não irá sossegar até te matar. O x da questão está em como se desvencilhar da criatura.

Depois de um bom sexo casual, a jovem Jay (Maika Monroe) é avisada pelo seu parceiro de que uma criatura iria persegui-la a partir daquele momento, a qualquer momento, até matá-la. A princípio, trata-se de uma atualização da velha pecha moralista dos filmes de terror de serem contrários ao sexo, mas Mitchell, que também é responsável pelo roteiro, revoluciona esse clichê engessado dando ao sexo o poder de neutralizar a ameaça do mal. “O mais legal é que se você vira um alvo a partir do ato sexual é também por ele que você pode transferir essa maldição”, observou o diretor em entrevista coletiva realizada em Sundance. Alguém pensou em analogias com doenças sexualmente transmissíveis? “É uma leitura possível desse assustador e inteligente filme”, assinalou o New York Times em sua crítica. “Você não verá algo mais aterrorizante neste ano”, cravou a revista inglesa especializada em cinema Total Film.

Portanto, é apenas pelo ato sexual que Jay pode se livrar da maldição adquirida em uma noite de sexo casual.  Essa mistura de excitação e terror não vingava no cinema desde “Pânico” (1996). Ainda não há previsão de estreia para “It follows” no Brasil, mas os dois trailers abaixo podem deixar o leitor na expectativa.

Comentários
Carregando