Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

OAB traz a Rondônia relator da Assembleia Nacional Constituinte, dia 27

0

Com o tema “ O Advogado e a Constituinte”, o ex-ministro da Justiça e relator da Assembleia Nacional Constituinte, Bernardo Cabral, a convite da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), discorrerá com a classe assunto de extrema relevância para a profissão em defesa da cidadania, no próximo dia 27.

O evento abre o calendário de atividades da Escola Superior de Advocacia de Rondônia (ESA/RO), para este segundo semestre de 2014 que tem como objetivo proporcionar a comunidade jurídica oportunidade para ampliação de conhecimento na área, além de levar o aperfeiçoamento a toda advocacia rondoniense por meio de uma vasta programação que se estende até o interior.

Na ocasião o Relator da Assembleia Geral Constituinte, será homenageado pela Diretoria da ESA como forma de agradecimento pelo brilhante trabalho desenvolvido ao longo de anos, inclusive a frente da OAB do Rio de Janeiro.

A palestra acontecerá no auditório da OAB/RO às 16h. Para fazer sua inscrição basta doar um quilo de alimento não perecível, exceto sal, no dia do evento.

Maiores informações na ESA/RO através do telefone: (69) 3217-4213.

Sobre o Palestrante:

Formou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas, com curso de especialização em processo civil pela Universidade Católica Portuguesa; possui diversos trabalhos publicados na área. Foi fundador do extinto MDB, pelo que foi eleito deputado federal nas eleições de 1966 e seu vice-líder, até ter o seu mandato cassado pelo AI-5, de 13 de dezembro de 1968. Em 10 de fevereiro de 1969 teve suspensos seus direitos políticos por 10 anos e interrompida a sua carreira de professor universitário, em virtude de sua atuação parlamentar às vésperas de edição do respectivo Ato Institucional – publicação nos jornais “O Jornal do Brasil” e “Diário de Notícias”, do Rio de Janeiro, no dia 19 de dezembro de 1968.
Em 1987, após a sua eleição para deputado federal pelo PMDB, foi eleito, em votação realizada na bancada do partido, para relator da Assembleia Constituinte de 1987.
Tornou-se, em 15 de março de 1990, Ministro da Justiça do governo de Fernando Collor de Mello, cargo que ocupou até 13 outubro do mesmo ano. Também por poucos dias interinamente o Ministério da Agricultura.

ESA RO

Comentários
Carregando