OAB/RO confirma no TRF da 1ª Região vitória do ISS fixo para os advogados de Colorado do Oeste

Em Advocacia
OAB/RO garante acesso a prontuários médicos mediante procuração simples

A Seccional Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RO) impetrou mandado de segurança coletivo em face do Secretário da Fazenda do Município de Colorado do Oeste/RO que violava direito líquido e certo impondo a cobrança de ISSQN sobre a receita bruta dos advogados que atuam no município. O conselheiro federal Breno de Paula é o subscritor da medida judicial.

Na última terça feira (13), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região em Brasília confirmou a sentença de mérito favorável à Seccional de Rondônia, concedendo a segurança pretendida para declarar o direito dos advogados e das sociedades de advogados com registro na OAB/RO de recolher o ISSQN nos termos do art. 9º, §3º, do Decreto-Lei n. 406/1968, em relação aos serviços prestados no âmbito do Município de Colorado do Oeste/RO.

Tendo em vista que o lançamento tributário consubstancia atividade administrativa plenamente vinculada (CTN, art. 142), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região concluiu pela existência de urgência, razão pela qual deferiu a antecipação dos efeitos da tutela para determinar a suspensão da exigibilidade dos créditos tributários constituídos em dissonância ao art. 9, § 3º, do Decreto-Lei n. 406/1968, para atividades de serviços advocatícios prestados no âmbito do Município de Colorado do Oeste/RO.

Processo nº 0000734-68.2015.4.01.4103.

 

FONTE: Ascom OAB/RO

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

Leia também!

Estado tem responsabilidade civil sobre morte de detento por overdose

Em janeiro de 2016, quase 2 mil pessoas estavam presas ilegalmente no Rio

No entanto, a ministra Rosa Weber pediu vista do processo, que ainda não voltou a ser analisado pela corte.

Read More...
Sindicato não pode cobrar honorários advocatícios de sindicalizado

Sindicato precisa de autorização para representar filiado na Justiça, fixa STJ

Os sindicatos precisam de autorização expressa de seus filiados para os representarem junto à Justiça. A jurisprudência do Superior

Read More...
WhatsApp Web lança atualização que afeta layout e GIFs; entenda

Mensagens difamatórias em grupo geram indenização

Rapaz pagará R$ 10 mil a mulher por ofensas. A 8ª câmara de Direito Privado do TJ/SP manteve sentença

Read More...

Deixe uma resposta

Menu slide para smartphones