fbpx
Obras da subestação Madeira estão paradas por suposto calote da Isolux-Corsan

Prestadores de serviço estão cobrando posicionamento e fazem bloqueio

[su_frame align=”right”] [/su_frame]As empresas que prestam serviços para a multinacional espanhola Isolux-Corsan, responsável pelas obras da subestação que distribui a energeia de Jirau e Santo Antônio estão cobrando a multinacional, que segundo eles, teria abandonado o canteiro de obras e aplicado um calote de cerca de R$ 4 milhões. As empresas cobram uma posição da Instalação Elétrica Madeira pois as benfeitorias e os serviços prestados foram em benefício dá subestação.

O bloqueio coloca em risco a operação e o fornecimento de energia na região pois os operadores não entraram pra trabalhar.

IMG-20150304-WA0000 IMG-20150304-WA0001 IMG-20150304-WA0003 IMG-20150304-WA0009

 

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta