Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Obrigado, Dr. Hildon! – Professor Nazareno*

0

Porto Velho, a capital de Roraima, é uma cidade de muita sorte. Em 2016 uns 150 mil eleitores escolheram o Dr. Hildon Chaves do PSDB para ser seu novo prefeito. Homem íntegro, inteligente, honesto, trabalhador e líder supremo, o novo alcaide aboliu seu próprio salário e se cercou de outros homens igualmente honestos e inteligentes para melhor administrar a tão sofrida capital dos “destemidos pioneiros”.

À frente do município há exatos seis meses, a cabeça desse ex-promotor é uma verdadeira usina de ideias urbanísticas e de soluções fantásticas. Neste tão curto período de tempo, a nossa capital sofreu uma verdadeira revolução urbana. Pereira Passos do Rio de Janeiro e Jaime Lerner de Curitiba têm agora no seu seleto clube de grandes arquitetos mais um integrante. Nem Alckmin nem Doria, o PSDB tem agora o Dr. Hildon para presidente.

A partir de 2017, Porto Velho melhorou em tudo. Só não vê quem não quer. Ele revolucionou a mobilidade urbana, limpou completamente o lixo da cidade e contratou “contadores de buracos no asfalto” (dizem que já tapou mais de três mil em menos de seis meses). Ao melhorar o transporte urbano em mais de 200%, ele foi extremamente humilde e concedeu “somente” 26% de aumento nas passagens urbanas. Esta cidade nunca teve ônibus tão pontuais, modernos e limpos como agora. Em breve a frota será triplicada e deve ser por isso que o UBER está sendo descartado.

Hildon Chaves e seus assessores são gênios. O povo está feliz, rindo à toa. Nas redes sociais não se fala de outra coisa. O “prefeito sem salário” revolucionou a educação do município e se mostrou também ser um grande amigo dos camelôs e dos vendedores ambulantes.

Com todas essas credenciais e serviços já prestados aos porto-velhenses ele, de forma mais do que justa, quer viajar para o exterior, mesmo que esteja trabalhando a menos de um ano no seu novo emprego. A Câmara de Vereadores deverá permitir que ele vá para Disney e Paris. No Primeiro Mundo, Hildon Chaves vai ensinar aos prefeitos das cidades que visitará, dentre muitas outras coisas, como resolver de forma pacífica e sábia qualquer pendência com servidores públicos. O caso dos quinquênios é exemplo disso. Mas antes de ir para o mundo civilizado e desenvolvido, ele vai beijar e acariciar Porto Velho várias vezes e deixará Edgar do Boi administrando os munícipes.

Como ele reconhece um bandido com apenas dois minutos de conversa, seu substituto cumprirá à risca todas as suas determinações para trazer sempre mais felicidades ao nosso povo.

O Dr. Hildon é uma unanimidade por aqui. Do mais humilde ao mais rico cidadão da cidade, todos se alegram e ficam arrepiados ao ouvir falar dele. Há suspeitas inclusive de que foi ele o mentor do novo Espaço Alternativo e do Ginásio Cláudio Coutinho. Com este grande administrador e estadista, épicos jogos de Vôlei, Basquete e Handebol serão rotina em Porto Velho a partir de agora. Os viadutos ele já está terminando com maestria. Sua marca inconfundível pode ser vista em qualquer lugar da cidade. Lama, poeira e fumaça são coisas do passado. Até frio acho que ele nos trará da Europa.

Os eleitores já falam abertamente que não o querem apenas como governador, mas como presidente do país. Não me perdoo jamais por não ter votado nele nas últimas eleições. É intrigante, no entanto, para muitas pessoas que ele não tenha um blog para melhor nos administrar. Claro que o Dr. Hildon não é hipócrita, pois nem político ele é.

*É Professor em Porto Velho.

Comentários
Carregando