Odebrecht fraudou processo de licitação de Jirau, revelam delatores

O G1 produziu um especial sobre a forma como a Odebrecht conduzia seus negócios no Brasil, a criação de um cartel de construtoras, direcionamentos em licitações e como manobrava para driblar a lei de licitações.

Entre as obras fraudadas está a de Jirau, em Rondônia, que contou com a participação direta do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha e do senador Edson Lobão, para vencer o consórcio concorrente, Tractebel-Suez. Veja o que disseram os delatores:

Usina Hidrelétrica de Jirau, em Rondônia: Foi o caso de uma das obras do Projeto Madeira, a construção da Usina Hidrelétrica de Jirau, vencida pela empresa Tractebel-Suez. A Odebrecht, segundo os delatores Emílio Odebrecht e Henrique Serrano Valladares, estava convicta de que a Suez teria vencido a licitação de forma irregular e, para tentar barrar a contratação, teria apelado, em vão, ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e depois teria pago R$ 5,5 milhões em espécie ao senador Edison Lobão (PMDB-MA), para que ele interferisse junto ao governo Dilma.

Outra estratégia da Odebrecht foi contar com o apoio do então deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para atacar representantes do governo durante audiência na Câmara sobre as obras da usina.

Segundo Valladares, Cunha organizou um café da manhã com ele e “pelo menos seis deputados”, para que o executivo “treinasse” os deputados a fazerem perguntas embaraçosas ao governo. “A reunião do café era para que eu capacitasse os deputados a fazerem perguntas durante essa reunião da comissão. Perguntas que eu sabia que eles não tinham respostas, perguntas embaraçosas, que eu faria se estivesse lá na condição de fazer. Então, eu fiz uma explanação daquilo que é o [rio] Madeira. Eles não sabiam de nada disso, de Furnas, Odebrecht, investimentos de R$ 100 milhões, essa ladainha que os senhores não aguentam mais ouvir”, acrescentou o delator no depoimento.

A reportagem completa do G1 você lê AQUI

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário