Odebrecht teria comprado prédio para Lula, diz jornal

Terreno foi objeto de negociação para atender os interesses do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva

A Odebrecht comprou um prédio para o Instituto Lula.

A Lava Jato já descobriu que a compra do imóvel foi feita em nome da DAG Construtora.

De acordo com O Globo, a DAG Construtora, de Salvador, “pertence a Demerval Gusmão, amigo e parceiro de negócios de Marcelo Odebrecht, dono da empreiteira.

A DAG é a mesma que, em 2013, a pedido da Odebrecht, pagou o jatinho que levou o ex-presidente Lula a Cuba, República Dominicana e Estados Unidos”.

Embora o prédio tenha sido efetivamente comprado pela DAG, prossegue a reportagem, “o Instituto Lula não ganhou a sede e acabou sendo instalado no prédio do antigo Instituto Cidadania, no Ipiranga, onde permanece até hoje. Os responsáveis pela compra teriam desistido do projeto original de uso depois de descobrir que o imóvel estava envolvido em pendências judiciais dos antigos proprietários”.

Mas os peritos da Lava Jato que analisaram os documentos encontrados na casa de Lula concluíram que eles se referem “à reforma do imóvel da Rua Haberbeck Brandão, 178”, na Vila Clementino, e que o “terreno foi objeto de negociação para atender os interesses do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.

As informações são de O Antagonista

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta