Operação Platéias cumpre 193 mandados em 9 estados e no DF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (20) a Operação Platéias que investiga a atuação de uma organização criminosa, formada por lobistas e agentes públicos, responsável por desvio de verbas públicas e direcionamento de licitações no estado de Rondônia. Os contratos sob suspeita chegam a quase R$ 300 milhões e o grupo teria desviado mais de R$ 57 milhões. Segundo as investigações, empresas interessadas em participar de licitações do governo de Rondônia eram obrigadas a fazer doações a campanhas eleitorais.

Estão sendo cumpridos 193 mandados em nove estados e no Distrito Federal, além da Espanha. Segundo a PF, 163 pessoas serão detidas e conduzidas para prestar depoimento. A operação é feita em Rondônia, Acre, Amazonas, Bahia, Goiás, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, DF e Espanha, país onde um envolvido será detido.

As investigações tiveram início em 2012 e apuraram que empresas interessadas em participar de licitações do governo de RO eram obrigadas a fazer doações a campanhas eleitorais. As licitações eram direcionadas para serem vencidas pelas companhias que faziam parte do esquema criminoso. Em alguns casos, havia até mesmo dispensa de concorrência pública.

Foram encontradas irregularidades na Companhia de Água e Esgoto de Rondônia (Caerd) e em oito secretarias do atual governo: Saúde, Justiça, Educação, Desenvolvimento Ambiental, Assistência Social, e Obras e Serviços Públicos.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

1 Comentário

  1. Reelegeram esse cidadão, sob a égide de que se tratava de ficha limpa, ao que tudo indica, ele não é, e agora? Os outros pelo menos fizeram algo pelo estado, quanto à ele, fez Rondonia ficar parada por 4 anos, e os “sábios” eleitores deram mais 4 anos pra ele, Deus tenha compaixão de nós.

Deixe uma resposta

Direto de Brasília