Padre Ton assume MDA em evento de críticas a Confúcio e nenhum dos três secretários presentes defendeu governo

O ex-deputado federal pelo PT, Mariton Holanda (Padre Ton), assumiu na noite da última terça-feira em Ouro Preto do Oeste, a delegacia do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em Rondônia durante solenidade no Centro de Treinamento da Emater. Ele vai ocupar o cargo que vinha sendo ocupado por Genair Capelini, ex-vice prefeito de Santa Luzia do Oeste responsável pelo órgão nos últimos quatro anos.

Durante o evento, Capelini teceu duras críticas ao governo de Confúcio Moura, a quem acusou de “ter entregue apenas um título da reforma agrária em quatro anos”, e que o governo do Estado “não acompanha as políticas agrárias do governo Dilma”.

Presente ao evento, a secretária de Ação Social do governo do Estado, Valdenice Domingos não se manifestou para defender Confúcio. A secretária, que é vereadora licenciada de Campo Novo de Rondônia, foi indicada ao cargo pelo deputado estadual Lazinho da Fetagro. Também presente ao evento o secretário adjunto da Sedam, Francisco de Sales Oliveira dos Santos e José de Arimatéia da Silva, vice-presidente da Emater. Ninguém defendeu Confúcio ou apresentou qualquer programa do governo.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta