PAINEL POLÍTICO denunciou esquema de fraude no Espaço Alternativo

[su_frame align=”right”] [/su_frame]A coluna PAINEL POLÍTICO editada pelo jornalista Alan Alex publicou, em 4 julho deste ano, que o consórcio responsável pelas obras do Espaço Alternativo havia sido após a licitação, ou seja, primeiro eles ganharam o contrato para só depois constituir um consórcio entre empresas de Ouro Preto do Oeste. Dias depois, o site PAINEL POLÍTICO publicou reportagem mostrando documentos que comprovavam não só a fraude, como também o envolvimento do ex-diretor do DER e deputado federal eleito pelo PMDB, Lúcio Mosquini com as empresas investigadas. Lúcio chegou a trabalhar em uma delas por anos, assinando como responsável técnico. Com base nas reportagens de PAINEL POLÍTICO o Ministério Público e Tribunal de Contas deram início a uma série de investigações que culminaram com a Operação Ludus, deflagrada nesta quarta-feira em Rondônia.

Leia também:

SEM APRESENTAR PROJETO, GOVERNO INICIA OBRAS IRREGULARES NO ESPAÇO ALTERNATIVO

COLUNA – ESPAÇO ALTERNATIVO: EMPRESA FOI CRIADA APÓS VENCER LICITAÇÃO

LICITAÇÃO DE OBRA DO ESPAÇO ALTERNATIVO PODE TER SIDO FRAUDADA

PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DENUNCIA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA CONSTRUÇÃO DO ESPAÇO ALTERNATIVO

OBRAS DO ESPAÇO ALTERNATIVO ESTÃO SUPERFATURADAS, APONTA TCE

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta