País precisa de cinco anos para recuperar PIB de antes da crise

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estimou que a economia brasileira não vai ser capaz de crescer acima de 2% até 2021

Diversos analistas afirmaram que 2017 será o ano em que a economia do Brasil vai começar a se recuperar. No entanto, nem tudo está resolvido. De acordo com especialistas ouvidos pela reportagem do Correio Braziliense, o país ainda precisa de cinco anos para recuperar o Produto Interno Bruto (PIB) per capita que tinha antes da crise se iniciar, em 2014.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estimou que a economia brasileira não vai ser capaz de crescer acima de 2% até 2021 – algo que é visto como alarmante na medida em que são necessários no mínimo 3,5% de alta da produção para que seja possível realizar distribuição de renda.

A economista Monica de Bolle, pesquisadora do Peterson Institute for International Economics, é ainda mais pessimista e, ao conversar com o jornal, afirma que, em sua visão, o Brasil terá em 2017 um terceiro ano de PIB negativo.

Houve uma destruição de riqueza tão grande nos últimos anos que, agora, o governo não tem margem de manobra. Na melhor das hipóteses, a economia ficará estagnada, mas a tendência é ter alguma contração do PIB no ano que vem”, explica.

Ela afirma que a grande quantidade de delações da Lava Jato que envolvem pessoas próximas ao governo Temer e a eleição de Donald Trump para presidente dos Estados Unidos são fatores que fazem com que seja ainda mais complicado uma rápida recuperação da economia do Brasil.

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta