Notícias no Whatsapp sobre política, economia, artigos, jurídico, cultura e viagens.

Pais rezam ao invés de chamarem médico e criança de sete anos morre

0

O caso aconteceu em Plymouth, nos Estados Unidos, e durou alguma semanas até chegar ao fim trágico.

Uma criança de sete anos morreu após seus pais decidirem rezar por ele ao invés de levá-lo para um hospital. Timothy e Sarah Johnson foram indiciados por negligência e devem responder em tribunal ainda em janeiro.

O caso aconteceu em Plymouth, nos Estados Unidos, e durou alguma semanas até chegar ao fim trágico. Seth, a criança, sofria de pancreatite aguda e sepse, uma infecção geral grave. Os pais preferiram apostar na fé e nunca o levaram para um hospital.

A Justiça afirma que o garoto chegou, em determinado momento, a ser deixado sozinho sob os cuidados do irmão, de 16 anos, enquanto os pais saiam de casa. Na volta, ao verem a criança ainda pior, apenas rezaram.

A história só mudou de rumo quando a criança chegou ao seu limite. Ao encontrarem Seth inconsciente e coberto de vômito, resolveram ligar para a polícia. Só aí as autoridades tiveram ciência da imprudência dos parentes.

“Não podemos compreender como pais deixam um filho de 7 anos, muito doente, aos cuidados de um adolescente para que pudessem sair. Nem podemos compreender como nunca chamaram uma ambulância para obter ajuda médica”, afirma Mike Freeman, promotor local.

Os pais não deram declarações até o momento, mas segundo as autoridades, nunca levaram a criança para um atendimento profissional pois alegam ter “problemas com médicos”.

Fonte: yahoo.com

Comentários
Carregando