Palmeiras próximo de fechar com Ronaldinho Gaúcho

Sonho de consumo da diretoria do Palmeiras há três anos, Ronaldinho Gaúcho, enfim, está próximo de vestir o manto alviverde e ser o grande presente do clube para a torcida no dia em que o Verdão vai comemorar o seu centenário.

A negociação entre as partes havia sido retomada e avançou nos últimas dias. O anúncio oficial pode acontecer ainda esta noite (26), durante a festa palmeirense no Citibank Hall.
A única coisa que impede a confirmação do acerto são as bases salariais, ainda em discussão entre o presidente do Verdão, Paulo Nobre, e os representantes do craque.

“Nós estamos negociando. O Ronaldinho quer jogar em São Paulo, quer jogar no Palmeiras. E o Paulo (Nobre) está atrás de investidores para viabilizar o acerto. Ele não vai fazer nenhuma loucura”, afirmou Antonino Jesse Ribeiro, vice-presidente do mandatário alviverde.

Cifras/ No primeiro contato, o astro chegou a pedir R$ 600 mil por mês. O Verdão, por sua vez, ofereceu R$ 200 mil. As partes, então, resolveram sentar para chegar a um consenso.

A última proposta feita pelo Palmeiras foi de R$ 1 milhão até o fim do ano, portanto, R$ 250 mil por mês. Além disso, o atleta receberia uma porcentagem da renda das partidas nas quais o Alviverde for mandante.

“Tudo tem de ser analisado para que o negócio seja bom para o clube e também para o atleta. É uma negociação complexa. Trata-se de um grande jogador. Mas acredito que deve ser confirmada em breve”, acrescentou Antonino Jesse.

A negociação, contudo, é tratada com cautela na Academia, pois o Alviverde já esteve por duas vezes próximo de contratar o meia, mas os acordos acabaram não dando certo.

Fonte: diariosp

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário