Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Para advogado, carta é mais uma tentativa política de atingir MP

0

O advogado Nelson Canedo Motta, ao se reportar hoje (15.10) sobre a carta cuja autoria é apontada para Fernando Braga Serrão, vulgo Fernando da Gata, disse que esta é mais uma tentativa desesperada de tentar a todo custo desacreditar o trabalho honesto, competente e sério desenvolvido pelo Ministério Público de Rondônia, com relação a intitulada Operação Apocalipse realizada pela Polícia Civil. Para ele, tudo leva a crer que a carta foi ditada, visando atingir o MP e o deputado Hermínio Coelho, principal alvo da operação, diante das denúncias de irregularidades que faz contra o Governo Estadual, e por ser ainda, virtual pré-candidato ao Governo nas eleições de 2014.

Fernando da Gata foi preso durante a Operação Apocalipse acusado de tráfico de drogas, estelionato e outros crimes. A carta teria sido escrita dentro da cadeia, e seu teor tenta atingir diretamente o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Hermínio Coelho e o procurador geral do Ministério Público, Hérverton Alves de Aguiar.
De acordo com o advogado Nelson Canedo, a carta foi efetivamente direcionada, mas é contraditória em todos os seus termos. “Não condiz em nada com a verdade. Dizer que o deputado Hermínio Coelho teria se comprometido em resolver o seu problema e conseguir um parecer favorável do Ministério Público, visando assegurar a sua soltura da prisão, não reflete a realidade, pois o mundo real mostra hipótese inversa, ou seja, o parecer do Ministério Público foi desfavorável a sua soltura e ele permanece preso”, disse.

Declarou o advogado, que caso seja esta uma estratégia da defesa de Fernando da Gata, ele como operador do direito e cidadão, lamenta, pois as instituições devem ser preservadas. Ele também disse ser necessária uma investigação profunda, pois o Ministério Público vem sendo alvo de constantes ataques, inclusive comentários agressivos e levianos contra promotores e procuradores  em emissora de televisão, site e mais recentemente através de um jornal impresso. “Até um jornal clandestino foi distribuído visando unicamente atingir a instituição Ministério Público”, complementou.

Ainda de acordo com o advogado Nelson Canedo, a carta de Fernando da Gata também tem motivação política, pois é editada exatamente no momento em que o nome do deputado Hermínio Coelho desponta como virtual pré-candidato ao Governo.

Ao final, Nelson Canedo destacou: “Como conhecedor profundo do processo relativo a Operação Apocalipse, posso afirmar que nenhum dos acusados possui ligação com o narcotráfico. Esse fato relatado na carta é realmente verdadeiro. Todavia, lamento este procedimento adotado por Fernando, não é a defesa mais correta para o réu. Os meios processuais devem ser utilizados a seu favor, e não outros meios escusos. Ora, se a prova já foi colhida e a denúncia oferecida, bem como os demais réus soltos, então cabe a ele buscar a justiça para obter sua soltura, pois nesse caso acreditamos ser desnecessário sua permanência na prisão. A revolta dele em razão disso se justifica. Já o meio utilizado (carta) não.”

Comentários
Carregando