Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Para amantes de vinho: dicas para aproveitar o melhor do enoturismo no Brasil

0

O enoturismo no Brasil vai além das Serras Gaúchas. Veja quais lugares visitar e como aproveitar ao máximo este passeio regado a muito vinho

O Brasil é recheado de vinícolas que produzem ótimos vinhos! Para quem deseja conhecer mais sobre essa bebida, existe o enoturismo , modalidade de viagem na qual pessoas visitam regiões produtoras de vinho e vêem de perto como é a produção da bebida. Nestas viagens, os visitantes podem ver como é o cultivo nos vinhedos, o método da produção do vinho e ainda participar da degustação. Além disso, dependendo da época do ano do passeio, os visitantes também podem assistir à colheita da uva .

Segundo Rodrigo Bertin, sommelier e especialista em vinhos, além de aprender mais sobre o vinho , os visitantes também conhecem mais sobre a história das vinícolas e sobre a região em que elas estão localizados. “Toda vinícola tem uma história relacionada com os lugares em que estão”, afirma Rodrigo.

Mais do que apenas a bebida, essas viagens também oferecem uma experiência completa aos visitantes, como a apreciação da paisagem dos vinhedos e uma gastronomia de qualidade. Por causa disso, o enoturismo também é conhecido como enogastronomia , em que é combinado o sabor da comida local com os mais diferentes tipos de vinhos. “Na zona costeira, por exemplo, é comum servir frutos do mar. Então os vinhos dessa região se adaptarão a esse alimento”, diz Rodrigo. Essa combinação de vinhos com comida é chamada de “ harmonização ”.

Mas mesmo se você não gostar de consumir bebida alcoólica, você ainda pode aproveitar para conhecer a região e experimentar a gastronomia. De acordo com Rodrigo, a maioria das vinícolas também oferece suco de uva de muita qualidade e variedade para os frequentadores beberem junto com a comida.

As vinícolas também são conhecidas pelas paisagens

Dicas para aproveitar o enoturismo

Se você deseja fazer uma viagem para conhecer mais sobre vinho, Rodrigo, que também lidera grupos de visita à vinícolas, tem algumas dicas para deixar a experiência mais agradável ainda. Em primeiro lugar, ele diz que é importante fazer um agendamento antes de ir até o local que você deseja conhecer. “As pessoas precisam ter em mente que algumas vinícolas não estão preparadas para receber turistas a qualquer momento, então é importante agendar antes”.

Além disso, se você quiser uma experiência mais aprofundada em relação à gastronomia, você pode pedir ajuda para as pessoas que trabalham nas vinícolas. Os funcionários são orientados a recomendar restaurantes na região para que você consiga experimentar os melhores vinhos combinados com as comidas típicas do local.

Caso você esteja planejando uma viagem e queira mais informações do que as que estão  disponíveis na Internet, Rodrigo recomenda procurar fóruns do Facebook sobre vinhos e fazer perguntas sobre o lugar. “Com certeza vai ter alguém que já foi até o local e pode falar algo sobre lá”, afirma Rodrigo.

Como os vinhos tem um alto grau de álcool, é importante não esquecer de beber água durante o tour. Você não vai querer perder o passeio porque ficou bêbado demais.

E não esqueça de levar a câmera fotográfica para a visita! As vinícolas têm paisagens maravilhosas que valem a pena ser fotografadas para guardar de lembrança. Se você quiser ver o melhor cenário possível, vá na época da colheita das uvas, entre março e abril. É quando você vai ver as uvas em sua forma mais bonita.

Os principais lugares para o enoturismo no Brasil

As belíssima rota do vinho brasileira não fica atrás das vinícolas fora do país. Com vinhos de alta qualidade e paisagens deslumbrantes, os visitantes não se arrependerão deste passeio. Veja os principais lugares para o enoturismo no Brasil:

O Rio Grande do Sul é conhecido pela tradição na produção de vinhos

1. Rio Grande do Sul

Esta é a principal rota Enoturística do Brasil e conta com a produção de quase 80% do vinho nacional. Também chamado de Vale dos Vinhedos , o local tem mais de 200 anos de história na produção da bebida e é a escolha certa se você estiver procurando por um roteiro mais tradicional.

2. Petrolina

Também conhecido como Vale do São Francisco, Petrolina fica em uma região banhada pelo Rio São Francisco. Uma das vantagens é que lá, ao contrário da maioria dos outros lugares, tem colheita da uva o ano inteiro, o que torna o lugar excelente para visitar em qualquer época. Em Petrolina você pode saborear as delícias das comidas nordestinas e se divertir muito nessa região que é bem quente fazendo passeios de barco e tomando muito espumante.

3. Serra de Santa Catarina

Para Rodrigo, essa é sem dúvida uma das regiões mais bonitas de todo o Brasil. Por ser uma região bem alta, ela também é muito fria e tem a paisagem formada por araucárias. Os visitantes poderão experimentar muitas comidas e dormir em pousadas da região. Em relação às vinícolas, Rodrigo afirma que tudo lá é muito novo e combina tradição com inovação.

O enoturismo é o nome da viagem para regiões produtoras de vinho

4. Sul de Minas

Está região é conhecida pela tradição no café e agora começa a ganhar valor também na elaboração de vinhos. Para quem quer ficar bem hospedado, Rodrigo recomenda escolher um local em Poços de Caldas. “É uma cidade turística em que você pode aproveitar a enormidade de opções que a gastronomia mineira tem para nos oferecer, além de ser muito bonito também”, diz ele.

5. Interior de São Paulo

Engana-se quem pensa que não é possível aproveitar um vinho de qualidade no interior de São Paulo. Aqui também estamos falando de muita história quando nos referimos a região de São Roque, que começou praticamente junto com o pessoal do sul na produção de vinhos. “O turismo já é muito bem desenvolvido principalmente para pessoas que moram na capital que vão até lá para passar o dia”, afirma Rodrigo. “Os vinhos do interior de São Paulo estão ganhando espaço entre os considerados de qualidade”.

Comentários
Carregando