fbpx
Partido Novo só terá um candidato à prefeito no país

Em Porto Velho, a legenda se reuniu em restaurante de luxo

A primeira eleição do Partido Novo terá candidato apenas no Rio de Janeiro. Nas demais capitais, o partido diz que não aprovou nenhum candidato em seu processo seletivo. No Rio, será Carmen Migueles, professora da FGV.

Em Porto Velho a legenda anda bem distante do grosso do eleitorado. As reuniões do partido costumam acontecem no restaurante Mariposa, um dos mais inacessíveis a grande maioria dos eleitores.

Se mantiver esse ritmo de eventos, o Novo dificilmente conseguirá se tornar, de fato, uma legenda nova na política brasileira.

Com informações de Lauro Jardim

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Partido Novo só terá um candidato à prefeito no país

  1. Sou filiado do Novo aqui em Porto Alegre, e uma das reuniões do partido em que eu fui foi realizada no restaurante Baumback Ratskeller, também um restaurante bastante caro. Porém, nenhum valor foi cobrado de mim, já que o objetivo da reunião não era comer, e sim discutir as ideias e propostas do partido, e tentar de alguma forma contribuir. Se alguém vai pra reunião do partido pra comer, então tem sim que pagar. Acho que não tem concordância o que foi colocado neste artigo. Quando a reunião é do partido, apenas os filiados podem comparecer, não é um evento aberto ao público. Existem outros eventos com participação popular, mas não é o caso. Os filiados participam das reuniões gratuitamente.

Deixe uma resposta