fbpx
Partidos na Câmara indicam nomes para a comissão do impeachment

As indicações terão que ser confirmadas em uma eleição com voto aberto no plenário da Câmara

Parte dos líderes dos 24 partidos com representantes na Câmara dos Deputados já indicaram nesta quinta-feira (17) os 65 nomes para compor a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O prazo inicial para apresentar os nomes era até as 12h, mas foi prorrogado até as 13h.

As indicações terão que ser confirmadas em uma eleição com voto aberto no plenário da Câmara. A sessão extraordinária para eleger a comissão já teve início às 10h e, com a indicação completa dos nomes, a votação terá início assim que o quórum mínimo de 257 deputados for atingido – a expectativa inicial era que fosse por volta das 14h. A comissão deverá ser instalada às 17h, para a escolha do presidente e do relator.

Pelas regras estabelecidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), além da votação aberta, é permitida a participação de apenas uma chapa formada por nomes indicados pelos líderes, sem a possibilidade de uma chapa avulsa entrar na disputa.

Se a chapa oficial for rejeitada, os líderes terão que indicar outros nomes para compor uma segunda chapa para que nova votação seja feita. Em seguida, depois de instalada a comissão, haverá eleição para a escolha do presidente e relator.

Após a formação da comissão, a presidente Dilma terá dez sessões do plenário da Câmara para apresentar sua defesa e o colegiado terá cinco sessões depois disso para votar parecer pela continuidade ou não do processo de impeachment. Cunha vai tentar fazer sessões todos os dias da semana, inclusive segundas e sextas. Para valer na contagem do prazo, será preciso haver quórum de 51 deputados.

Confira a lista parcial dos indicados pelos partidos para a comissão do impeachment:

PMDB – 8 vagas titulares

Leonardo Picciani (PMDB-RJ)
José Priante (PMDB-PA)
João Marcelo Souza (PMDB-MA)
Washington Reis (PMDB-RJ)
Valtenir Pereira (PMDB-MT)
Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA)
Osmar Terra (PMDB-RS)
Mauro Mariani (PMDB-SC)
Suplentes:
Elcione Barbalho (PMDB-PA)
Alberto Filho (PMDB-MA)
Hildo Rocha (PMDB-MA)
Marx Beltrão (PMDB-AL)
Vitor Valim (PMDB-CE)
Manoel Junior (PMDB-PB)
Lelo Coimbra (PMDB-ES)

PT – 8 vagas titulares e 8 suplentes (não divulgado ainda)

PSDB – 6 vagas titulares
Bruno Covas (PSDB-SP)
Carlos Sampaio (PSDB-SP)
Jutahy Junior (PSDB-BA)
Nilson Leitão (PSDB-MT)
Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG)
Shéridan (PSDB-RR)
Suplentes:
Izalci (PSDB-DF)
Fábio Sousa (PSDB-GO)
Mariana Carvalho (PSDB-RO)
Nilson Pinto (PSDB-PA)
Rocha (PSDB-AC)
Rogério Marinho (PSDB-RN)

PP – 5 vagas titulares e 5 suplentes (não divulgado ainda)

PR – 4 vagas titulares
Maurício Quintella Lessa (PR-AL)
Édio Lopes (PR-RR)
Aelton Freitas (PR-MG)
Zenaide Maia (PR-RN)
Suplentes:
Gorete Pereira (PR-CE)
José Rocha (PR-BA)
João Carlos Bacelar (PR-BA)
Wellington Roberto (PR-PB)

PSD – 4 vagas titulares

Rogério Rosso (PSD-DF)
Júlio César (PSD-PI)
Paulo Magalhães (PSD-BA)
Marcos Montes (PSD-MG)
Suplentes:
Irajá Abreu (PSD-TO)
Goulart (PSD-SP)
Evandro Roman (PSD-PR)
Fernando Torres (PSD-BA)

PSB – 4 vagas titulares

Fernando Coelho Filho (PSB-PE)
Bebeto (PSB-BA)
Danilo Forte (PSB-CE)
Tadeu Alencar (PSB-PE)
Suplentes:
Joao Fernando Coutinho (PSB-PE)
JHC (PSB-AL)
Paulo Foletto (PSB-ES)
José Stédile (PSB-RS)

DEM – 3 vagas titulares

Mendonça Filho (DEM-PE)
Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Elmar Nascimento (DEM-BA)
Suplentes:
Mandetta (DEM-MS)
Moroni Torgan (DEM-CE)
Francisco Floriano (PR-RJ)

PTB – 3 vagas titulares e 3 suplentes (não divulgados)

PRB – 2 vagas titulares

Vinicius Carvalho (PRB-SP)
Ronaldo Martins (PRB-CE)
Suplentes:
Jhonatan de Jesus (PRB-RR)
Cleber Verde (PRB-MA)

SD – 2 vagas titulares

Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força) (SD-SP)
Fernando Francischini (SD-PR)
Suplentes:
Genecias Noronha (SD-CE)
Laudívio Carvalho (SD-MG)

PSC: 2 titulares e 2 suplentes (não divulgado ainda)

PROS: 2 titulares e 2 suplentes (não divulgado ainda)

PDT: 2 titulares e 2 suplentes (não divulgado ainda)

PSOL: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PTdoB: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

REDE: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PMB: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PHS: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PTN: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PEN: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PCdoB: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PPS: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

PV: 1 titular e 1 suplente (não divulgado ainda)

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta