fbpx
Passageiros que seguiriam para Porto Velho são obrigados a desembarcar

Comandante alegou “excesso de peso” no Rio de Janeiro; destino final era Boa Vista

Quarenta passageiros de voo que saia do Rio de Janeiro com destino a Boa Vista, na manhã desta quarta-feira (14), foram obrigados a desembarcar da aeronave porque o avião estaria “muito pesado”. O recado foi passado pelo comandante do avião quando os passageiros já estavam dentro da aeronave.

 “O comandante avisou que precisariam descer 40 pessoas porque com a pista do Santos Dumont molhada ele não teria condição de decolar em segurança. Ficou aquele momento que todo mundo imagina que vai desembarcar quem quiser. Um comissário de bordo solicitou que saísse quem faria conexão, não só pra Roraima, mas pra Porto Velho, pra Manaus, pra alguns outros destinos que não fosse Brasília”, disse Leonardo Paradela, um dos passageiros do voo, ao G1.
 “Eles só falaram: ‘desembarque, porque com esse avião vocês não vão conseguir a conexão’. Imaginei que fossem colocar a gente em um outro voo pra Brasília”, continuou Leonardo. Em nota a empresa Latam, responsável pelo voo, afirmou que já está prestando assistência aos passageiros e explicou que há restrições operacionais da companhia no aeroporto Santos Dumont.
 “A LATAM Airlines Brasil informa que, devido a restrições operacionais da companhia hoje (14) no aeroporto de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, a empresa remanejou passageiros de nove voos nesta manhã com origem e/ou destino ao aeroporto e um voo foi cancelado. A companhia ressalta que está prestando a assistência necessária aos passageiros. Reitera também que a segurança é um valor imprescindível e, sobretudo, todas as suas decisões visam garantir uma operação segura”, diz a nota.
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta