fbpx
PF cumpre mandados da 33ª fase da Lava Jato na Queiroz Galvão

Foram expedidos dois mandados de prisão temporária e um de prisão preventiva, seis de condução coercitiva (testemunha levada à força para prestar depoimento) e 23 de busca e apreensão

Agentes da Polícia Federal cumprem, na manhã desta terça-feira (2), mandados de prisão e busca e apreensão referentes à 33ª fase da Operação Lava Jato, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Pernambuco e Minas Gerais, revela o ‘G1’. Batizada de “Resta Um“, a ação tem como alvo a construtora Queiroz Galvão.

Foram expedidos dois mandados de prisão temporária e um de prisão preventiva, seis de condução coercitiva (testemunha levada à força para prestar depoimento) e 23 de busca e apreensão. A construtora é investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) por formação de cartel com outras empreiteiras. O grupo teria fraudado licitações da Petrobras, gerando prejuízos ao erário público e gerando lucros a empresas privadas.

A propina foi paga a funcionários do alto escalão da estatal, em valores que já se aproximam a R$ 10 milhões, em contratos da empreiteira no Complexo Petroquímico do Rio, Refinaria Abreu Lima, Refinaria Vale do Paraíba, Refinaria Landulpho Alves e Refinaria Duque de Caxias. “Esses crimes estão comprovados por farta prova documental que corroborou o depoimento de, pelo menos, cinco colaboradores, sendo três deles dirigentes de empreiteiras”, declarou o MPF.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta