PF faz operação para encontrar joias de Adriana Ancelmo no Rio

A Polícia Federal faz operação nesta sexta-feira (23/6), no Rio de Janeiro, em mais um desdobramento da Lava Jato. Mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas casas de funcionários do ex-governador Sérgio Cabral e da mulher dele Adriana Ancelmo. O objetivo seria resgatar joias compradas pelo casal com dinheiro obtido de forma ilícita, vindo de propina e de desvio de recursos públicos.

Segundo as investigações, o casal gastou mais de R$ 11 milhões em joalherias, e a maioria dos objetos ainda não foi encontrada.

A PF tenta reaver 149 joias, de um total de 189, que teriam sido compradas como forma de lavar dinheiro oriundo de corrupção. Sérgio Cabral está preso desde novembro do ano passado.

Já a advogada Adriana Ancelmo foi absolvida pela Justiça Federal, em Curitiba, em processo sobre lavagem de dinheiro e corrupção. O Ministério Público diz que vai recorrer e já apresentou nova denúncia. A ex-primeira dama do Rio cumpre prisão domiciliar.

Entre os endereços alvo da operação, está o apartamento da ex-governanta de Adriana, Gilda Maria de Souza Vieira da Silva. Agentes também estão na casa de Lucia Ancelmo Mansur, irmã da ex-primeira dama.

Aguarde mais informações

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta