PF quer concluir mais de 200 investigações sobre políticos no STF

Anúncio foi feito pelo diretor da corporação, Fernando Segovia, durante encontro com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia

O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, se reuniu, nesta quarta-feira (10), com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, em Brasília. Na oportunidade, confirmou o aumento no número de delegados que atuarão nas investigações da Lava Jato envolvendo políticos e autoridades com foro privilegiado.

De acordo com informações do portal G1, atualmente, tramitam 273 inquéritos na Corte, sendo 124 exclusivamente da força-tarefa. Hoje, Segovia ainda afirmou que a corporação pretende conclui-los, até o fim deste ano.

“A gente espera no menor prazo possível concluir essas investigações. Não são só inquéritos relativos à Lava Jato, são mais de 200 inquéritos, hoje, no STF, metade relativo à Lava Jato. Hoje, já foram convocados 17 delegados para auxiliarem nessas investigações. A gente espera não só concluir os inquéritos no Supremo da Lava Jato, mas também todas as outras investigações que correm. A nossa meta é concluir todos os inquéritos hoje que estão no STF, até o final deste ano”, afirmou Segovia.

Segundo os números mais atualizados, Segovia disse que foi ampliado também o número de peritos e investigadores que atuam nos casos, já que há muitos laudos e diligências a serem realizadas.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário