• Homepage
  • >
  • Internacional
  • >
  • Planeta Nibiru deve atingir a Terra até outubro, isso se asteróide não acabar com o mundo hoje

Planeta Nibiru deve atingir a Terra até outubro, isso se asteróide não acabar com o mundo hoje

Nasa desmente as duas informações

O mundo vai acabar hoje. Pelo menos é o que afirma o auto proclamado astrônomo russo Dyomin Damir Zakharovich, que disse que o asteróide 2016WF9, descoberto pela Agência Espacial Norte-Americana (NASA) ainda em 2016, se colidirá nesta quinta-feira (16) com a Terra, formando um enorme tsunami e levando todos à morte.

O astro tem cerca de 1 quilômetro de diâmetro e, de acordo com a NASA à época, passará a cerca de 51 milhões de quilômetros de distância da Terra.

“O objeto que chamam de WF9 deixou o ‘sistema Nibiru’ em outubro, quando Nibiru começou a circular o Sol no sentido horário. Desde então, a Nasa sabe que ele irá se chocar contra a Terra. Mas, não estão contando para ninguém”, disse o “astrnomo”, em entrevista ao jornal inglês “The Daily Mail”.

Entretanto, a informação foi desmentida pela própria NASA. Segundo a agência, o asteróide é escuro e reflete pouca luz por sua superfície e, logo, não oferece perigo ao nosso planeta. “A trajetória do 2016WF9 é bem conhecida e o objeto não será uma ameaça à Terra pelos próximos milhares de anos”, informou, em nota.

Além do meteoro que pode atingir a Terra nesta quinta, há também uma outra teoria, que afirma que o planeta imaginário Nibiru também está na rota de colisão com a Terra e, possivelmente, possa atingir nosso planeta em outubro deste ano.

Ao que tudo indica, o planeta imaginário teria sido deslocado para a órbita terrestre por meio de uma força gravitacional. Porém, não há qualquer afirmação científica de que exista um sistema solar ou planeta chamado “Nibiru”.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília