Política

Platéias – Empresário tinha medo de morrer e alegou ter sido ameaçado pelo governador

Platéias – Empresário tinha medo de morrer e alegou ter sido ameaçado pelo governador

Miguel Saud Moheb e José Batista alegaram medo de serem assassinados por depoimentos

[su_frame align=”right”]//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js // [/su_frame]Porto Velho – Quando foi preso em 2011 na Operação Termópilas, o empresário Miguel Saud Morheb, proprietário da empresa MaqService depôs na Polícia Federal e afirmou ter comprado, na época, uma pickup Ranger blindada. Segundo o empresário, quando Confúcio assumiu o governo, ele passou a receber ameaças por parte de Francisco de Assis (cunhado do governador), de Wagner Luiz de Souza (Wagner Bocão), Chiquito Paiva, Edson Gazoni e do próprio governador Confúcio Moura. Miguel alega que todos queriam que ele abrisse mão de seus contratos, e até mesmo de sua empresa.

prop2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já o ex-secretário adjunto de saúde, José Batista desconfiou que seu advogado estava repassando informações da investigação e de seu depoimento para o advogado de Confúcio e para o próprio governador. Ele foi até a sede da Polícia Federal e pediu proteção policial.

prop3

 

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Next article Com 4º título, Cruzeiro se firma como opção longe do eixo
Previous article Corinthians não paga Pato há dois meses

Related posts

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Você pode ser o primeiro a comentar esta postagem postar comentário!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta