PM de suposto morteiro forjado já recebeu voz de prisão

In Polícia
Espalhe essa informação

Um dos policiais militares que aparecem nas imagens de uma suspeita de flagrante forjado durante uma manifestação no Centro do Rio e também jogando spray de pimenta em professores está em um outro vídeo que circula pela internet. O major Fabio Pinto, lotado no 5º BPM (Praça da Harmonia), aparece desta vez recebendo voz de prisão de uma estagiária de direito – segundo o Instituto de Direitos Humanos (IDH) –, por abuso de autoridade.

Procurado pelo G1, o relações-públicas da Polícia Militar, tenente-coronel Cláudio Costa, informou ter conhecimento da existência do vídeo e afirmou que a corporação apura o caso.

Na quinta-feira (3), a corporação informou que o major Pinto e outros policiais envolvidos na denúncia do suposto flagrante forjado foram afastados dos protestos até que a sindicância que apura o caso seja concluída.
Discussão em manifestação
Nas imagens, postadas no dia 12 de setembro, o PM discute com a estagiária próximo à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro(Alerj), no Centro, e ameaça prendê-la por desacato à autoridade.
Ela questiona a atuação do PM em um protesto e o major afirma que ela deve se manifestar na delegacia. “O advogado não exerce o papel dele só na delegacia”, responde a mulher. Em seguida, o major grita: “Abaixa o dedo para falar comigo senão te prendo por desacato”.
Em seguida, a estagiária diz que está no exercício de sua função e dá voz de prisão ao major. “O senhor abaixa o dedo para falar comigo senão eu lhe dou voz de prisão por abuso de autoridade”, diz ela.

Suposto flagrante forjado
Imagens divulgadas na internet na quarta-feira (2) pelo jornal “O Globo” mostraram policiais militares abordando um grupo que participava de protesto na terça (1º), no Centro da cidade. Um rapaz, menor de idade, algemado e levado para a delegacia acusado de portar um rojão. Os manifestantes acusaram os PMs de forjar o flagrante. Entre os PMs, está o major Pinto.
Na 5ª DP (Gomes Freire), o registro de ocorrência informa que PMs encontraram morteiros na calçada, mas não atribui os artefatos a nenhum manifestante, segundo a Polícia Civil.

 

Fonte: G1

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Coluna – Deputados “pró-Maurão” falam abertamente em traição contra o presidente da ALE

Espalhe essa informação Eles querem que Confúcio “feche logo com Acir” para “baixar a bola” do presidente; e ainda,

Read More...

MPT afirma que Greve Geral de sexta-feira é legitima e justa contra Reforma Trabalhista

Espalhe essa informação O MPT ainda reforça sua posição institucional contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos

Read More...
Senadores articulam “meio-termo” para extinção de foro privilegiado

Senado aprova projeto que altera a Lei de Abuso de Autoridade; veja íntegra do texto

Espalhe essa informação O substitutivo, que tinha sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) pela manhã,

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu