Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

PM faz operação contra tráfico de drogas no Rio; mototaxista foi morto

0

De acordo com moradores, vítima não tinha ligação com o crime; 11 mandados de prisão e 32 de busca e apreensão são cumpridos

A Polícia Militar e o Grupo de Atuação Especial em Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro (MPE-RJ) deflagraram na manhã desta quinta-feira, 27, uma operação nas favelas Nova Holanda e Parque União, no Complexo da Maré, e em outras comunidades da zona norte do Rio, além das cidades serranas de Guapimirim e Teresópolis. Moradores afirmaram que um mototaxista que não tinha ligação com o tráfico foi assassinado.

Os policiais cumprem 11 mandados de prisão e 32 de busca e apreensão, com o objetivo de desarticular uma suposta quadrilha de traficantes intermunicipal.

As comunidades do Jacaré, Mandela, Parque União, Nova Holanda, Cinco Bocas e Pica-Pau, segundo o MP, servem de entreposto para remessa de drogas e armas para Guapimirim. São procurados o suposto chefe do bando, identificado como Paulo Roberto Vasconcellos Júnior, o Vascaíno; Gerson Roberto Willrich, acusado de ser fornecedor de drogas; e “soldados” do tráfico, os chamados vapores e mulas, que vendem e transportam entorpecentes. O policial militar Edson Coelho de Moraes, o “CB Coelho”, abastecia a quadrilha com armas, conforme o MP, e também é procurado.

Vítimas. No Jacaré, um homem que seria mototaxista foi morto na operação, segundo moradores. Ele não teria ligação com o tráfico, conforme relatos de vizinhos.

Na tarde desta quarta-feira, 26, na Nova Holanda, a médica Klayne Moura Teixeira Souza foi baleada no ombro. Ela estava ao volante de seu carro, seguia orientações de um aplicativo de celular e se perdeu, entrando por engano na favela. Klayne passa bem.

Em outra operação da PM na manhã desta quinta-feira, no Morro do Turano, também na zona norte, houve reação de criminosos, e um homem foi baleado. De acordo com a PM, ele seria um traficante e estaria com um fuzil. Lojas fecharam por causa do tiroteio.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Comentários
Carregando