Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Polícia busca suspeito de vender arma a assassino de Goiás

O assassino confesso da jovem, Misael Pereira Olair, 19, usou revólver calibre 32 para executá-la

0

A delegada Rafaela Azzi, responsável pelo caso do assassinato a jovem Raphaella Noviski, 16 anos, em Goiás, na última segunda, informou nesta sexta-feira (10), que a Polícia Civil de Alexânia já sabe quem vendeu a arma usada para matá-la e está em busca suposto vendedor.

De acordo com o site Metrópoles, as buscas acontecem em paralelo ao trabalho de colheita de depoimentos de familiares e pessoas próximas a vítima. O assassino confesso da jovem, Misael Pereira Olair, 19, usou revólver calibre 32 para executá-la.

“Ainda não conseguimos colocar a mão em quem vendeu a arma. Ele já sabe que a polícia está no encalço, mas vamos localizá-lo e ouvi-lo”, afirmou. Segundo a investigadora, a identidade do suspeito, um morador de Alexânia, será preservada para não atrapalhar as ações policiais.

A delegada afirmou também que, na próxima terça-feira (14/11), Misael será submetido a avaliações psicológicas e psiquiátricas no Instituto de Criminalística de Goiânia. O resultado desses exames vai abastecer o inquérito, o qual Rafaela tem de concluir até o próximo dia 20.

Crime

A jovem Raphaella Noviski foi assassinada na última segunda-feira (6) com 11 tiros à queima-roupa, sete deles no rosto. Para cometer o homicídio, Misael pulou o muro da escola, invadiu a sala onde a jovem estudava e disparou contra ela.

Após o ato, Misael tentou fugir em um carro conduzido por um amigo, que havia levado o rapaz até o colégio. A dupla acabou presa. Em depoimento, o rapaz disse que matou a estudante por sentir “ódio”, já que a jovem não correspondia às investidas dele.

Fonte: noticiasaominuto

 

Comentários
Carregando