Polícia Civil descobre plantação de maconha na Universidade de Brasília

Dois estudantes e um formado foram detidos e liberados em seguida. No local, havia adubo, veneno e garrafas PET para irrigação.

A Polícia Civil do Distrito Federal apreendeu uma pequena plantação de maconha em um matagal no terreno da Universidade de Brasília (UnB). De acordo com a corporação, ela era cultivada por dois estudantes de engenharia e outro jovem já formado em administração – todos maiores de idade.

Os rapazes, que tinham entre 21 e 29 anos, estariam cultivando a maconha de forma associada. No local da plantação, policiais acharam garrafas PET com água para regar o vegetal, adubo e veneno. No celular dos jovens, também havia fotos mostrando o desenvolvimento da planta.

De acordo com a polícia, um deles já tinha antecedente por posse de droga. Na delegacia, foram autuados por “tráfico privilegiado de droga” e cultivo para consumo próprio, com penas que podem ir de 7 meses a 1 ano e 8 meses de detenção. A pena é agravada porque o crime ocorreu na área de um estabelecimento de ensino.

Garrafas PET, adubo e veneno achados juntos com plantação de maconha na UnB (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Garrafas PET, adubo e veneno achados juntos com plantação de maconha na UnB (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Fonte: g1/df

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

Deixe uma resposta