Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Polícia Civil estoura oficina de armas e prende sargento do Exército que era armeiro do tráfico

Desarme capturou outros três suspeitos e apreendeu sete fuzis, seis pistolas e milhares de peças de armas em depósito em Senador Camará. Ação contou com apoio do Exército.

0

A Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) da Polícia Civil estourou, na tarde desta sexta-feira (20), a maior oficina de armas do tráfico do Rio de Janeiro. Dentro do imóvel número 16 da Rua São Gabriel, em Senador Camará, Zona Oeste do Rio, os agentes encontraram um verdadeiro arsenal desmontado em milhares de peças. No total havia sete fuzis e seis pistolas.

Quatro homens foram presos em flagrante, entre eles o armeiro de uma das maiores facções criminosas do estado – um sargento lotado na Escola de Sargentos de Logística do Exército (EsSLog), responsável pela formação e aperfeiçoamento de manutenção de material bélico. A operação contou com apoio do próprio Exército.

“Ele era um dos maiores armeiros dos criminosos do Rio de Janeiro atualmente”, afirma o delegado Fabrício Oliveira, titular da Desarme.

Após três meses, a investigação da especializada chegou ao endereço onde a quadrilha do militar montava, desmontava e limpava armas. Neste tempo, os policiais descobriram que o criminoso chegou a montar oficinas itinerantes, dentro das próprias favelas, para diminuir o risco de sofrer um ataque da polícia.

“Soubemos que ele montou, recentemente, uma oficina dessas na própria Rocinha”, completa Oliveira.

Fonte: g1

Comentários
Carregando