Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Polícia Federal inicia investigação sobre incêndio na Chapada dos Veadeiros

Suspeitas são de que o fogo começou de forma intencional e policiais conversam com técnicos do instituto que gerencia o parque

0

As investigações sobre o incêndio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros começaram nesta segunda-feira (30) e peritos da Polícia Federal já entraram em contato com os técnicos do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O objetivo é verificar se o fogo começou de forma intencional. A investigação já havia sido solicitada pelo Ministério do Meio Ambiente e cobrada pelo Ministério Público Federal (MPF).

Segundo o ICMBio, os policiais farão trabalho de inteligência, mas o instituto não tem informações mais precisas de quem estão investigando ou como atuarão. A Polícia Federal também não especificou como serão as investigações.

Tanto o ICMBio quanto moradores da região acreditam que incêndio é criminoso . Um dos possíveis motivos seria a disputa judicial pelas terras da região durante o processo de ampliação do Parque Nacional, que passou de 65 mil para 240 mil hectares. Na última sexta-feira (27), o MPF cobrou esclarecimentos da Polícia Federal, do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e do município de Alto Paraíso de Goiás.

O incêndio, que começou no dia 10 de outubro, está sob controle desde o último domingo (29), com a ajuda da chuva que chegou ao local e colaborou para redução das temperaturas. O fogo obrigou o parque a ficar fechado para visitação durante o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida. Ele foi reaberto no dia 17, mas fechado novamente na quinta-feira, dia 19.

A Nasa publicou fotos de satélite que mostram o antes e depois do incêndio. Os pontos vermelhos representam as chamas ativas e a porção marrom da imagem, a área atingida.

No entanto, o ICMBio não declara ainda o fogo extinto. Para isso, ele vai analisar imagens de satélite e constatar a real área total queimada. Nos últimos dias, mesmo apagado, o fogo voltava a surgir pelas altas temperaturas, além de suspeitas, ainda não confirmadas, que ele voltasse pela ação humana.

O município de Alto Paraíso de Goiás, onde fica localizado parte do parque, decretou estado de emergência no último dia 23. O prefeito Martinho Mendes da Silva (PR) reconhece a disputa entre agropecuários e ambientalistas na região. “A gente sabe que são interesses conflitantes. A prefeitura, nesse contexto, tem que se preocupar com a questão do meio ambiente”, afirma.

Fonte: ig

Comentários
Carregando