Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Polícia indicia jovem que atirou e mais 3 por morte de aluna em escola de Alexânia

Além de Misael Olair, comparsa e dois homens que venderam a arma usada no crime também responderão. Raphaella Noviski, de 16 anos, foi alvejada por vários tiros em sala de aula

0

A Polícia Civil concluiu nesta segunda-feira (13) o inquérito relacionado a morte da estudante Raphaela Noviski, de 16 anos, em uma escola pública de Alexânia, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a TV Anhanguera, a delegada Rafaela Azzi, responsável pela investigação, indiciou quatro pessoas, entre elas, Misael Pereira Olair, de 19 anos, que confessou ter atirado na vítima e responderá por feminicídio.

Além dele, também foi indiciado pelo mesmo crime o comerciante Davi José de Souza, de 49 anos, que auxiliou Misael a fugir, e considerado pela polícia como seu comparsa.

Já outros dois homens, que não tiveram as identidades reveladas, responderão por terem vendido a arma utilizada no crime.

“Concluímos o inquérito hoje [segunda-feira] e vamos remetê-lo ao Judiciário. A novidade é que a Polícia Civil desvendou a origem da arma de fogo usada no feminicídio”, disse a delegada à TV Anhanguera.

Rafaela contou ainda que, na terça-feira (14), está marcada uma avaliação psicológica de Misael, em Goiânia. No entanto, o teste só será realizado se o jovem concordar. “Ele não é obrigado a produzir provas contra si próprio”, explicou.

G1/GO

Comentários
Carregando