Polícia não descarta participação de mais pessoas em caso de PM morto a mando da esposa

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) não descarta a participação de mais suspeitos na morte do soldadoda Polícia Militar (PM) Marcos Ferreira Rodrigues, de 40 anos. Até agora, estão presos pelo crime a esposa dele, Karla Fernanda Menezes Ferreira, 33, que confessou ter mandado matar o marido, e o militar do Exército Fernando Lemes, 18, acusado de atirar contra a vítima. Os dois tinham um relacionamento.

Marcos foi morto em casa no bairro Campo de Santana, em Curitiba, na noite do último dia 26. Segundo as investigações, Karla deixou o portão aberto para que o amante pudesse entrar e disparar contra o soldado.

Fernando e Karla estão presos pela morte do soldado. (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

De acordo com a delegada Aline Manzatto, responsável pelo caso, além de apurar se outras pessoas tiveram participação no homicídio, a polícia também investiga um suposto envenenamento que a vítima teria sofrido antes de ser morta. “Hoje, por meio de depoimentos de familiares do Marcos, nós formalizamos a suspeita de que ele sofreu anteriormente uma tentativa de homicídio, também por parte de Karla. Os laudos serão importantes para analisar se a exumação do corpo será ou não necessária nessa etapa dos trabalhos”, disse ela em entrevista.

Marcos foi morto no último dia 26 de julho. (Foto: Reprodução)

No caso do envenenamento, a Polícia Civil também não descarta o envolvimento de outras pessoas. “Se esse crime for comprovado, a Karla também responderá por tentativa de homicídio qualificado. Por enquanto, ela e o Fernando estão presos temporariamente. Com esses indícios confirmados, no entanto, nós pediremos a prisão preventiva dela”, completou a delegada.

Aos investigadores no momento da confissão, Karla alegou que sofria constantes agressões do marido. Os dois tiveram dois filhos juntos, uma adolescente de 12 anos e um menino de três.

Os familiares de Fernando negaram a participação dele no crime e disseram que pode existir uma terceira pessoa envolvida no caso, que teria atirado contra a vítima.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta