Polícia pode perder todo o trabalho da prisão da quadrilha que fraudava vestibulares presa durante prova em Porto Velho

Painel Político recebeu informações de que havia um policial infiltrado no grupo, que preparou todo o flagrante.

Após a prisão de uma quadrilha especializada em fraudar vestibulares, no ultimo domingo (22), dentro de uma faculdade em Porto Velho, a pela Polícia Civil explicou os detalhes das prisões de integrantes de uma quadrilha especializada em fraudar vestibulares de medicina. No domingo, foram presas 10 pessoas, em uma ação coordenada pela Delegacia de Repressão a Ações Criminosas e Organizadas (Draco).

De acordo com os policiais responsáveis da Draco, a própria instituição denunciou o esquema, a partir de informações recebidas de pessoas que não concordaram com a prática. “Iniciamos a investigação de pronto e todas as medidas cautelares e meios extraordinários de investigação que poderiam ser disponibilizados e executados durante esse curto período que tínhamos até a execução da prova foram executados”, disse.

ILEGALIDADE

Segundo consta das informações, a Polícia infiltrou agente de inteligência no grupo de alunos que “compraram” os serviços desta quadrilha. O problema é que este agente teria preparado todo caminho para que a polícia prendesse os integrantes no momento do crime, tendo inclusive participado da reunião que a organização criminosa promoveu com os candidatos dois dias antes do vestibular.

Questionados, os delegados responsáveis pela Delegacia de Repressão a Ações Criminosas e Organizadas, nem confirmaram nem negaram se havia agente infiltrado. A Sesdec também não se pronunciou sobre a operação.

Segundo alguns juristas, pode ter havido um flagrante forjado nesta operação. Se confirmado o flagrante forjado, todo o inquérito policial deverá ser anulado e os envolvidos absolvidos. Isto porque, a figura do flagrante forjado, quando alguém cria ou implanta provas para poder incriminar, é considerado um tipo de flagrante ilegal.

 

 

 

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta