Polícia prende suspeitos de matar meninas achadas dentro de carro em SP

A polícia de São Paulo prendeu, nesta sexta-feira (20/10), os suspeitos de matarem Adrielli Mel Porto e Beatriz Moreira dos Santos, ambas de 3 anos. Os dois homens já haviam sido apontados pela população como autores do crime, apanharam de populares no domingo (15) e chegaram a registrar queixa de agressão.

Hoje, Marcelo Pereira de Souza decidiu confessar os homicídios. Everaldo Jesus Santos também teria participado, de acordo com o depoimento do comparsa. Um deles já cumpriu pena por estupro. Os corpos das duas crianças foram enterrados hoje no Cemitério da Saúde, na Zona Leste, em cerimônia que começou por volta das 10h30.

O caso
As duas meninas de 3 anos foram encontradas mortas dentro de um Fiat, modelo Fiorino, no Jardim Lapena, Zona Leste da cidade, no dia 12 de outubro. Elas estavam desaparecidas desde 24 de setembro. O veículo foi localizado próximo à residência das crianças, que já estavam com os corpos em estado de decomposição.

A polícia encontrou os dois suspeitos amarrados e feridos. No local, havia pedaços de pau. Após uma denúncia anônima, ambos foram resgatados nesta segunda (16) e, inicialmente, negaram participação na morte das meninas. Um deles é vizinho das crianças.

Fonte: metropoles

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta