fbpx
Polícia procura possível serial killer que teria matado 12 mulheres

A Polícia Civil de Goiânia (GO) investiga uma série de assassinatos de mulheres cometidos por suspeitos em motocicletas pretas com capacetes pretos. Nos crimes, o suspeito chega de moto, saca a arma, dispara contra a vítima e foge sem levar nada. O último caso aconteceu no sábado (2).

Ana Lídia de Souza,  de 14 anos, estava sozinha em um ponto de ônibus do bairro Cidade Jardim quando um motociclista disparou quatro vezes. Dois tiros acertaram a garota, que morreu no local. O suspeito fugiu sem levar nenhum pertence da vítima.

Todas as vítimas são jovens com idades entre 14 e 29 anos, morenas e, na maioria das vezes, sem antecedentes criminais. O primeiro assassinato foi registrado no dia 19 de janeiro deste ano.

Segundo informações da polícia, a investigação mostra que as motocicletas usadas são de marcas e cilindradas diferentes, além das descrições físicas dos suspeitos também serem diferentes, porém a hipótese da atuação de um serial killer ainda não foi descartada.

No último domingo (3), o superintendente da Polícia Civil de Goiás, Deusny Aparecido, anunciou que policiais do interior do Estado irão reforçar a investigação desses crimes. De acordo com o superintendente, 45 casos de homicídios envolvendo mulheres já foram registrados neste ano. Onze deles já foram resolvidos e não têm ligação com os demais.

IG

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta