Policiais e Vigilante evitam atentado a Juíz em Cerejeiras

Dois policiais militares, de folga, e um vigilante patrimonial evitaram um possível ataque ao juiz da Comarca de Cerejeiras, no fim da manhã da última sexta-feira (29). De acordo com as informações, um homem que havia sido condenado pelo magistrado anteriormente tentou invadir o fórum. Ele estava armado com uma espingarda e já tinha feito duas pessoas vítimas antes de chegar à sede da vara unica da Comarca.

O suspeito, Adalto de Oliveira, de 27 anos, interceptou uma vítima apenas de cueca e com a arma em punho na zona rural do município e obrigou a vítima a levá-lo a Cerejeiras, com a alegação de que iria matar o juiz, por ter expedido mandado de prisão em seu desfavor. Próximo da cidade Adalto roubou as roupas da primeira vítima.

Após chegar em frente ao fórum, o acusado fez outro motorista de refém ao colocar a arma em suas costas empurrando-o em direção a instituição pública, quando foi detido e imobilizado pelos policiais e guarda. As informações dão conta que os policiais estavam em um estabelecimento comercial em frente ao fórum quando notaram que o suspeito se aproximava da repartição pública, armado, e que fazia uma pessoa de refém. Os policiais conseguiram interceptar e imobilizar o suspeito com auxílio do guarda do fórum, que não teve o nome revelado.

É só mais um caso

Recentemente, O Brasil acompanhou o caso em que um homem que invadiu o Fórum Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, na quarta-feira (30), e manteve a juíza Tatiane Moreira Lima refém por 30 minutos, sob a ameaça de incendiá-la, planejava matar a magistrada e se suicidar em seguida. Ele havia jogado líquido inflamável nele e na mulher e com um isqueiro pretendia colocar fogo nos dois. É o que informa o boletim de ocorrência registrado pela polícia no 51º Distrito Policial (DP), onde o caso é investigado.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário