Politico! Carregando

Coluna – Confúcio contratou empresa de digitalização pela Seduc por R$ 9 milhões

Ele comprou R$ 1 milhão em containers para colocar crianças da rede pública para estudar nos latões; e ainda; STF arquiva inquérito da Lava Jato contra Raupp

Dando ruim para o Confúcio

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin arquivou nesta terça-feira um inquérito que tramitava contra o senador Valdir Raupp na Operação Lava-Jato e com isso a esperança de Confúcio Moura que seu companheiro de chapa fique inviabilizado vai ficando cada vez mais remota. Raupp ainda tem outras ações tramitando na Corte, mas ele acredita que as demais sigam o mesmo caminho, mesmo a Procuradoria Geral tendo pedido sua condenação. O senador confirma que todas as doações feitas à sua campanha foram lícitas e declaradas. À conferir.

Falando em Confúcio

O senador Ivo Cassol fez mais uma denúncia contra o ex-governo da Cooperação e alertou sobre uma licitação realizada pela secretaria de Educação. De acordo com Cassol, o governo de Confúcio Moura realizou duas dispensas de licitações para compra de contêineres que seriam utilizados como salas de aula por alunos dos municípios de Rondônia. O Valor das duas operações chega a mais de R$1 milhão.  O parlamentar alertou que os procedimentos foram conduzidos por Josiane Beatriz Faustino que em 2012, segundo Cassol, chegou a ser presa em duas operações executadas pelo Ministério Público, Vórtice e Endemia, que apurou fraudes em licitações e corrupção envolvendo servidores e secretários da prefeitura de Porto Velho, além de empresários e laranjas.

“Caso de polícia”

O atual governador Daniel Pereira já suspendeu esses procedimentos. De acordo com Cassol, “isso é um caso de polícia. O mínimo que se tem que ter é respeito com dinheiro público. Vou encaminhar essas duas denúncias por escrito ao Ministério Público de Rondônia e solicitar providências”, ressaltou o senador. Cassol também denunciou que o ex-governador Confúcio Moura gastou mais de R$ 9 milhões de reais na digitalização de documentos (leia-se scanear papel, coisa que qualquer estagiário faria) da Secretaria de Educação do Estado. “Pegou carona numa licitação feita em Manaus. Cada papel, cada folha digitalizada custou R$0,39 (trinta e nove centavos) no bolso da população. É preciso que o povo saiba a verdade. Isso é um absurdo”, encerrou Cassol.

Buraco é mais embaixo

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal seguiu o mesmo caminho que Luciano Huck e Roberto Justus e pulou fora da candidatura à presidência da República. Mas, porque eles abandonaram a idéia, mesmo tendo grande parte da população totalmente insatisfeita com a classe política de uma maneira em geral e olhando com desconfiança para os que se dispuseram a enfrentar as urnas este ano, como Ciro Gomes, Jair Bolsonaro e Marina Silva? Luciano Huck, por exemplo, causou furor no mercado ao ser cogitado para a disputa e Barbosa tinha uma candidatura com forte potencial de crescimento. A explicação está na política econômica e nas reformas que são necessárias, urgentes e complicadíssimas de serem feitas.

Outro problema

É atender as expectativas que se formam em torno dessas candidaturas ditas “outsiders’, que já se mostraram temerosas, como foram os casos de São Paulo, como João Dória, Belo Horizonte, Alexandre Kalil  e Porto Velho, com Hildon Chaves. Os eleitores enxergam esses candidatos como “salvadores da pátria”, achando que eles conseguem resolver problemas crônicos com um passe de mágica. O problema maior que o Brasil enfrenta, além é claro da corrupção, é a burocracia desmedida em todos os setores. O modelo está errado, o setor público não utiliza ferramentas modernas de gestão exatamente porque esse controle autônomo inibe desvios e “jeitinhos”, tão comuns entre aqueles que criam dificuldades para vender facilidades.

Ao mesmo tempo

O país está dividido, e totalmente alienado com discursos insípidos sobre “direita e esquerda” e a “ameaça vermelha do comunismo”, é quase como se estivéssemos de volta aos anos 60, uma verdadeira insanidade. Tem ainda o fator geração de emprego. Quem movimenta a máquina é o setor público, que precisa dar condições para que empresários consigam contratar e aumentar a produção, mas como fazer isso diante da máquina fiscal que inibe qualquer possibilidade disso acontecer. Sem contar encargos sociais e trabalhistas. O país não tem um projeto (e nenhum dos candidatos apresentou) para investimentos em infra-estrutura. O Brasil ainda é um país de valas abertas em grande parte de suas cidades.

Com esse cenário

Fica difícil alguém centrado querer encarar a fera. Pela forma como as coisas estão caminhando, a estagnação econômica deve se agravar a partir de 2019. Até porque a elite do serviço público, um dos principais clientes do mercado, está com a capacidade de endividamento estourada e o que mais se vê é gente querendo devolver imóveis comprados para investimento porque não consegue pagar as parcelas. O mesmo acontece nos demais setores. Por enquanto, só o governo de Michel Temer consegue enxergar algum crescimento e redução da inflação, porque o brasileiro mesmo, só enxerga aumento nas contas e nos juros.

Colesterol no cérebro está associado a surgimento da doença de Alzheimer, diz estudo

Um estudo liderado pela Universidade de Cambridge, no Reino Unido, mostra que o colesterol também tem um papel importante no surgimento e na progressão da doença de Alzheimer. Em testes feitos em laboratório, cientistas mostraram que a presença do composto age como um “gatilho” para a formação de aglomerados tóxicos relacionados à condição. Chamados de proteína beta-amiloide, há muito tempo esses compostos são indicativos da progressão da doença: eles se acumulam ao redor de neurônios e atrapalham a transmissão de um impulso nervoso para o outro. Esse fato, por sua vez, explica vários sintomas associados, como falhas na memória. Progressivamente, essa proteína também favorece o acúmulo de placas que deflagram a morte de células nervosas. O achado foi publicado na “Nature Chemistry” , mas não é a primeira vez que a ciência faz a relação entre colesterol e Alzheimer: estudos anteriores já demonstraram que os mesmos genes que processam a gordura também desencadeiam a progressão da doença. Agora, o que os pesquisadores da Universidade de Cambridge demonstraram é que o colesterol contribui para que várias células da beta-amiloide fiquem juntas, favorecendo à formação das placas associadas à demência. “Agora precisamos entender com mais detalhes como o colesterol é mantido no cérebro para encontrar formas de inativá-lo”, concluíram os pesquisadores.

Alan Alex
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *