CapaColuna Painel Político

Coluna – Confúcio, o alienígena, descobre que União Bandeirantes e Jacy-Paraná existem e tem problemas

0

Ele governou Rondônia por quase oito anos e disse que se for senador vai conseguir “ajudar os distritos”

Universo paralelo

Confúcio Moura deve se divertir muito quando escreve algumas tergiversações em uma página que mantém na internet. Esta semana ele resolveu que iria “tirar uma onda” com a sofrida população de União Bandeirantes, distrito de Porto Velho que vive com as maiores dificuldades possíveis. incluindo total falta de políticas públicas. Confúcio elencou os problemas e até apresentou soluções, mas a ironia disso está no fato de que até março deste ano, e nos sete anos anteriores, era ele quem tinha a caneta e o poder para ajudar aquela comunidade, mas simplesmente ignorou tudo e todos durante todo o período, e agora, em plena campanha eleitoral, ele simplesmente aparece.

De quebra

Ainda deu pitacos na condição igualmente sofrida que se encontra o distrito de Jacy-Paraná. De acordo com Confúcio, o alien, “UB (leia-se União Bandeirantes) só precisa, de agora, em diante, pavimentação da rodovia de acesso, asfaltamento de suas ruas, concluir o serviço de água e esgoto, telefonia móvel e deixar o tempo passar”. Bem, se em quase oito anos ele não conseguiu resolver nenhum desses ítens básicos, não será como senador que isso vai acontecer. Quer dizer, o tempo passar sim, já ele ajudar UB e JP, como ele chama, só se for no universo paralelo no qual ele e seu ex-staff habita. Acha que é “perseguição”? CLIQUE AQUI para ler a postagem do alien.

Enquanto isso

Aumenta a expectativa sobre a candidatura de Acir Gurgacz. No STF seu recurso não andou um milímetro. Foi encaminhado para a Procuradoria Geral da República dar um parecer, eles tem 15 dias para isso. Pelo jeito, em Brasília não existe pressa para apreciar a questão, o que cria um problema para Acir.

Historicamente

Nenhum candidato a governo em Rondônia conseguiu se eleger estando com a situação jurídica prejudicada. Eleitor não gosta de liminar, não quer ‘perder o voto’, por isso, normalmente os candidatos nessa condição tendem a ser os mais prejudicados.

Segue firme

Maurão de Carvalho traçou um rumo e segue firme nessa direção. Apesar de estar sendo pressionado pela turma do Confúcio, que não quer largar o osso e sonha em integrar um eventual governo de Maurão, o deputado já deu sinais que pretende governar sem interferências dessa gente. E sua decisão é acertada. Maurão se arrisca a herdar toda a rejeição do alienígena, o que é um risco a sua candidatura. Sorte que ele está se descolando.

Discurso raso

O candidato ao governo de Rondônia Comendador Valclei Queiroz, do Partido da Mulher Brasileira gravou dois vídeos, um em frente ao novo prédio da Assembleia e outro no Pronto Socorro João Paulo II. Ele diz que o dinheiro usado para a construção do prédio do legislativo deveria ter sido usado em melhorias para a saúde do Estado. Em que pese ser uma sugestão que à primeira vista parece ser atraente, não faz o menor sentido, tendo em vista a questão orçamentária e a separação dos poderes. Pelo jeito, essa vai ser a eleição da demagogia.

Debate

Dia 10 de setembro o DCE da Unir promove um debate entre os candidatos à governo de Rondônia e PAINEL POLÍTICO vai transmitir pelo Youtube. O evento acontece no auditório Paulo Freire, a partir das 19 horas.

Esta semana

O entrevista de PAINEL POLÍTICO é o candidato ao Senado Aluízio Vidal. Na sexta-feira, 24, o vídeo estará no ar. Acompanhe nossas entrevistas com candidatos ao Senado e Governo de Rondônia em nosso canal multimídia (http://painelpolitico.com/multimidia/).

Condenou geral

Cleiton Roque, Jean Mendonça e outros seis foram condenados por crime de improbidade administrativa pela juíza Valdirene Fonseca Clemente, da 1ª Vara Cível de Pimenta Bueno. A sentença prevê pagamento de multa e perda dos direitos políticos por 3 anos. Eles teriam contratado 110 pessoas em cargos comissionados quando eram vereadores. Cabe recurso da decisão.

Falando em Pimenta Bueno

A prefeita Juliana Roque está sumida da cidade e os vereadores deram um prazo até quarta-feira para que ela apareça sob pena de ser cassada por abandono do cargo. Ela estaria se esquivando de ser notificada da decisão do Tribunal Regional Eleitoral que determinou seu afastamento. A briga em Pimenta Bueno promete.

Por que não fumantes estão sofrendo cada vez mais com o câncer de pulmão

O câncer de pulmão é o câncer mais comum globalmente, com 1,8 milhão de novos casos diagnosticados em 2012 (os dados mais recentes disponíveis). E 58% dos novos casos estão em países em desenvolvimento. Para piorar, nas últimas décadas, a sobrevivência dos pacientes não aumentou muito. Entre 1971 e 1972, a chance de sobreviver por 10 anos após o diagnóstico era de apenas 3%. Entre 2010 e 2011, apenas 5%. No mesmo período, uma mulher com câncer de mama quase dobrou sua chance de viver 10 anos após o diagnóstico – de 40% para 78,5%. Uma crença comum sobre o câncer de pulmão é que de que ele é autoinfligido pelo fumo – e que o problema eventualmente vai desaparecer quando todos abandonarem o hábito de fumar. Mas, além de isso não ajudar em nada os fumantes que atualmente sofrem da doença, há duas falhas grandes em relação a esse pensamento. A diferença de gênero é um exemplo óbvio. Mais homens que mulheres ainda são diagnosticados com câncer de pulmão – e nos EUA, o risco é de 1 em 15 durante toda a vida enquanto o da mulher é de 1 em 17. Mas enquanto um estudo americano recente descobriu que o índice de câncer de pulmão entre os homens continua declinando, entre as mulheres jovens ele aumentou. E, globalmente, enquanto o número de homens diagnosticados com câncer de pulmão diminuiu nas últimas duas décadas, entre elas aumentou em 27%. Os pesquisadores não sabem por quê. Mas há algumas pesquisas sugerindo que mulheres podem reagir de maneira diferente à nicotina e que o DNA delas é danificado mais facilmente e mais profundamente pelos carcinógenos do tabaco.

Alan Alex
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Para defesa, condenação de Carlos Magno prescreveu e ele pode ser candidato

Página anterior

Maluf recebe ultimato e tem até esta quarta para decidir entre renúncia e cassação

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar

Mais em Capa