CapaColuna Painel Político

Coluna – Maurão “cola” imagem a de Confúcio e vira alvo de ataques dos adversários

1

Sai Elizeu

O governador Daniel Pereira trocou o comando da Polícia Civil esta semana, e segundo disse o próprio governador à coluna, por telefone, “Elizeu é um amigo pessoal, a quem tenho a mais alta estima, sua saída nada tem a ver com os boatos que andam espalhando de que ele estaria chateado por causa de banco de dados, ou qualquer coisa que o valha”, destacou o governador.

Entra Walkyria

Nesta quarta-feira assumiu, pela primeira vez na história da Polícia Civil de Rondônia, o cargo de diretora geral, a delegada Walkyria Vieira Boaventura Manfroi. A decisão, segundo Pereira, “foi para abrir espaço para as mulheres no governo”. A posse foi às 15 horas, na Unisp Centro.

E os dados?

Daniel Pereira explicou que a confusão se deve a uma confusão “ou má fé de grupos que querem criar o caos”. Segundo ele informou, a Polícia Militar não quer “os dados do Instituto de Identificação”, mas sim os de ocorrências que são gerados diariamente. A PM já tem acesso a cópias, porém, para agilizar o trabalho de rua é necessário que o acesso seja em tempo real, “o que já era previsto devido a termos de cooperação que já foram assinados no passado”, explicou.

Mais do mesmo

A TV Allamanda promoveu o primeiro debate televisionado entre os candidatos ao governo de Rondônia e só não foi mais sonolento por uma ligeira tensão entre os militares Marcos Rocha (coronel) e Charlon (tenente coronel). Charlon lembrou que Rocha foi secretário de Confúcio Moura por três anos e meio e “tudo que fez foi mal feito”. Rocha por sua vez disse que Charlon “era do governo Cassol, que nada fez pelo setor de segurança”. Aliás, Charlon foi de longe o mais animado no evento. Chegou a enquadrar até o candidato Acir Gurgacz, que resolveu falar sobre educação e ouviu essa, “o senhor manda no Detran tem oito anos e por lá não fizeram nem educação de trânsito e vem agora falar que quer resolver a educação no Estado”?, questionou.

Maurão não entendeu

O deputado Maurão de Carvalho está sendo pessimamente orientado por seu marqueteiro, que sabe-se lá de onde veio, mas deve estar sendo pago pelo MDB de Confúcio. Maurão passou o debate inteiro falando de Confúcio, como se o ex-governador tivesse sido a melhor coisa que aconteceu nesse Estado. Não foi Maurão. Confúcio afundou Rondônia em dívidas, criou 11 áreas de reservas que estão causando um imenso problema social, responde a ações por corrupção e creia, a população enxerga isso.

Tem que descolar

Colar a imagem de Maurão, que é um político que vem administrando a Assembleia sem se envolver em escândalos, sempre buscou um relacionamento harmônico entre os poderes e tinha uma candidatura sem problemas, a de Confúcio, é andar para trás. Confúcio é puro retrocesso, é uma pessoa dúbia, que diz uma coisa e faz outra e como sempre, vem explorando ao máximo quem está à sua volta, sem dar nada em troca. A candidatura de Maurão tinha tudo para empinar, mas seguindo o atual caminho, vai afundar tanto que ele nem vai entender o que aconteceu. Maurão, demita esse povo, bota essa turma do Confúcio para arrumar o que fazer, desde que não seja em sua campanha.

Ninguém sabe, ninguém viu

A prefeitura e Ministério Público Federal alardearam um “acordo de revitalização do Complexo Madeira-Mamoré”. O anúncio foi feito na imprensa. Empresários que estiveram na Comissão de Licitação da prefeitura nesta quarta-feira, atrás do edital, informações sobre como vai funcionar, etc, receberam como resposta um sonoro “não sabemos de nada. Não tem nada aqui”.

Deu ruim

Parece que o tal “casamento” entre Jair Bolsonaro e seu guru e possível ministro da Fazenda não vai durar tanto quanto eles imaginavam. Nesta quarta-feira o noticiário aqueceu com a declaração de Paulo Guedes sobre a recriação da famigerada CPMF, que extorquiu brasileiros durante anos. Bolsonaro, atento ao prejuízo, rapidamente rebateu o guru se posicionando contra a criação de novos impostos. A impressão que se tem da campanha de Bolsonaro é que ela é totalmente contraditória, ele diz uma coisa, o vice diz outra e o homem que vai ditar os rumos econômicos do país, tem idéia totalmente diferente.

Benefícios surpreendentes do mel

Desde os tempos antigos, o mel é usado tanto como alimento quanto como medicamento. É muito rico em compostos vegetais benéficos e oferece vários benefícios para a saúde. O mel é particularmente saudável quando usado em vez de açúcar refinado, que é 100% de calorias vazias. O mel é um líquido doce e grosso feito por abelhas. É pobre em vitaminas e minerais, mas pode ser rico em alguns compostos vegetais. Ele contém vários antioxidantes, incluindo compostos fenólicos como flavonóides. Alguns estudos mostram que o mel melhora os fatores de risco para doenças cardíacas em pessoas com diabetes. No entanto, também aumenta os ní­veis de açucar no sangue – por isso pode não ser considerado saudável para pessoas com diabetes. Comer mel pode levar a reduções modestas na pressão sanguí­nea, um importante fator de risco para doenças cardí­acas. Ele parece ter um efeito positivo nos ní­veis de colesterol. Isso leva a reduções modestas no colesterol total e no LDL “ruim”, enquanto aumenta o colesterol HDL “bom”. Triglicérides elevados são um fator de risco para doenças cardí­acas e diabetes tipo 2. Vários estudos mostram que o mel pode diminuir os ní­veis de triglicérides, especialmente quando usado como substituto do açucar. Os antioxidantes do mel tem sido associados a efeitos benéficos sobre a saúde do coração, incluindo aumento do fluxo sanguí­neo para o coração e redução do risco de formação de coágulos sanguíneos.

Alan Alex
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Canadense e executiva: a verdadeira história da ‘brasileira negra e pobre’ de vídeo divulgado pela campanha de Bolsonaro

Previous article

MPE recorre à Justiça Eleitoral para barrar candidatura de Garotinho

Next article

1 Comment

  1. Verdadeira atuação de homem público a do nosso governador Daniel. Pessoalmente, explicou o ocorrido. Uma lástima o mesmo não ser candidato para gerir por mais 04 anos.

    Em outros tempos a resposta nunca viria, e se viesse, seria em forma de um poema sem pé nem cabeça e de muito mau gosto.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

More in Capa