Alan Alex

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

3 Resultados

  1. Rafael Noronha disse:

    Ao meu ver o processo seletivo na escola seria o método mais democrático, pois por não haver vagas para todos e para a decisão dessas vagas não ficar discricionáriamente na mão da diretoria nada mais justo que um processo seletivo, seria como as universidades federais, se trata de um processo por mérito!

  2. Sergio Carlos disse:

    Meritocracia… quando você vive em uma família totalmente desestruturada, vive em lugares insalubres, tem uma renda baixíssima, eh… só vale a meritocracia quando todos iniciam a disputa com as mesmas condições. A militarização tem que ajudar os alunos problemáticos que realmente precisam de disciplina e força para conseguirem aprender alguma coisa e terem alguma chance de serem inseridos na sociedade sem descambarem para a criminalidade.

    Concordo plenamente com o jornalista. O pior é que em muitas escolas militarizadas que foram implantadas tem alunos cujos pais teriam condição de pagar por uma educação melhor, mas aí não tem dinheiro para uma viagem, ou para trocar o carro, etc. e quem é pobre… que se “vire”.

  3. Deivsson Bispo disse:

    Penso que o nobre responsável pela página deveria fazer uma pesquisa mais densa do assunto. Nenhuma das escolas (Colégio Tiradentes) criadas processo seletivo (com provas). O critério é o de chegada. E quanto as verbas, são as mesmas de qualquer escola estadual, compareça a qualquer Unidade recém criada e veja as prestações de contas (publicidade). O militares recebem uma gratificação por serem da reserva (aposentados), que corresponde a 52% do salário. Afinal ninguém trabalha de graça, inclusive os aposentados. Não propague esse tipo de informação, é ruim para a credibilidade da sua página, que, particularmente, aprecio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *