CapaPolitica nacional

Fachin arquiva inquérito que investigava Raupp por receber propina disfarçada de doação eleitoral

0

Ministro atendeu pedido da PGR, que não viu indícios para prosseguimento da apuração. Inquérito se baseou em delações do lobista Fernando Baiano e do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, determinou o arquivamento do inquérito que investigava o senador Valdir Raupp (MDB-RO) por suspeitas de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e tráfico de influência em razão de suposta interferência em contratos da BR Distribuidora.

Fachin atendeu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), que afirmou que as declarações dadas pelos delatores Nestor Cerveró e Fernando Baiano “não foram corroboradas por outros elementos de prova suficientes” para apresentação de uma denúncia. Ainda segundo a PGR, não havia mais provas a serem coletadas.

A suspeita inicial era de que Raupp teria feito tráfico de influência para a empreiteira gaúcha Brasília Guaíba obter negócios com a Petrobras em troca de recebimento de doações para campanha eleitoral.

O inquérito foi aberto em outubro de 2016 pelo então relator da Lava Jato, Teori Zavascki – morto em janeiro de 2017.

O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) durante discurso na tribuna do Senado — Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) durante discurso na tribuna do Senado — Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Fachin disse que, em caso de novas provas, o inquérito pode ser reaberto.

“Ressalto, como inclusive requer o Ministério Público Federal, que o arquivamento deferido com fundamento na ausência de provas suficientes não impede o prosseguimento das investigações caso futuramente surjam novas evidências”, afirmou Fachin na decisão.

Alan Alex
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Projeto garante à gestante provedora seis meses de salário-maternidade sem ônus para empregador

Página anterior

Projeto fixa pena para quem deixar de comunicar violência contra pessoas com deficiência

Próximo artigo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também vai gostar

Mais em Capa